logo-ge

Ordem de prisão de Lula repercute no mundo; veja notícias

Confira os destaques do noticiário internacional da semana de 2 de abril para quem vai prestar vestibular. Todas as informações são da Agência Brasil.

Ordem de prisão de Lula repercute no mundo

Nesta sexta-feira (6), a ordem de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva repercutiu na imprensa internacional. O Clarin (Argentina), o El Pais (Espanha), o Washington Post (Estados Unidos), o Le Monde (França) e o New York Times (Estados Unidos), por exemplo, deram destaque para os desdobramentos da condenação do ex-presidente.

Lula teve ordem de prisão decretada pelo juiz Sérgio Moro, na quinta-feira (5), após o Supremo Tribunal Federal (STF) ter negado, no dia anterior (4), o pedido de habeas corpus. Leia mais.

Morte de Martin Luther King completa 50 anos

A morte do líder Martin Luther King completou 50 anos nesta quarta-feira (4). Um dos principais defensores dos direitos civis nos Estados Unidos, que lutava pela igualdade entre negros e brancos foi assassinado a tiros na cidade de Memphis.

Tom Houck, ativista que trabalhou na juventude como assessor de King, contou sobre sua convivência com o líder e detalhes de sua vida. Saiba mais.

ONU anuncia nova orientação para o Haiti no Conselho de Segurança

O subsecretário-geral do Departamento de Operações de Paz das Nações Unidas, Jean-Pierre Lacroix, afirmou, nesta terça-feira (3), esperar que a nova missão de paz da ONU no Haiti seja a última.

Segundo ele, a organização já prepara a mudança da missão de paz para a missão de desenvolvimento no país. Leia mais.

Macron e Trump concordam em manter pressão para evitar o ressurgimento do EI

 (Thierry Chesnot/Getty Images)

Nesta quarta-feira (4), os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, e da França, Emmanuel Macron, concordaram em manter a pressão militar sobre o Estado Islâmico (EI) no Iraque e na Síria para evitar o ressurgimento do grupo terrorista.

Os dois países consideram a organização “uma ameaça para a estabilidade regional” e seus “interesses de segurança”, segundo nota divulgada pela Presidência da França. Saiba mais.

Morre ativista Winnie Mandela

A política e ativista Winnie Madikizela-Mandela morreu nesta segunda-feira aos 81 anos. Segunda esposa do ex-presidente sul-africano Nelson Mandela, ela teve uma infecção nos rins, foi hospitalizada e recebeu alta no último dia 20 de janeiro.

Winnie era uma figura de referência dentro do Congresso Nacional Africano, partido que governa a África do Sul desde o fim do “apartheid”. Leia mais.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. ZepraFera cordeiro 14

    o lula se entregou sozinho para nao causar nenhum escandalo por causa do juiz sergio moro aquele madefoque e seus comentaristas madefoque penefo abaixo

    Curtir