logo-ge

Oscar 2016: por que “Spotlight” e “A Grande Aposta” são imperdíveis

Os atores que interpretam a equipe do “The Boston Globe” no filme “Spotlight: Segredos Revelados” (foto: divulgação)

A grande festa do cinema norte-americano, realizada no último domingo, foi marcada pelo tom político dos discursos e das piadas. Os protestos contra a ausência de negros entre os indicados às categorias de melhor ator e atriz serviram de mote principal para as intervenções do apresentador Chris Rock. Durante os discursos de agradecimento, muitas causas foram defendidas, como igualdade racial, diversidade sexual e defesa do meio ambiente. Tudo muito bacana, como diria Glória Pires.

O tom abertamente político da cerimônia se refletiu também na escolha de muitos premiados. Entre os filmes que disputavam o Oscar, alguns se destacaram por tratar de importantes questões contemporâneas. Um deles é “Spotlight: Segredos Revelados”, que foi o grande vencedor do Oscar 2016, faturando os prêmios de melhor roteiro original e melhor filme.

O filme trata de uma histórica verídica. Durante muitos anos, a cúpula da Igreja em Boston, nos Estados Unidos, acobertou casos de pedofilia envolvendo os padres da cidade. O escândalo foi revelado graças ao trabalho de uma equipe investigativa do jornal “The Boston Globe”, em 2002. A narrativa é de tirar o fôlego, mostrando em detalhes os bastidores do jornal, as discussões entre os repórteres e o processo de investigação – para quem vai prestar jornalismo, o filme é imperdível!

O tema é barra-pesada e, infelizmente, continua bastante atual. Quando assumiu o poder no Vaticano, o Papa Francisco formou uma comissão especial para tratar das acusações de abuso sexual cometidas por sacerdotes e autorizou o julgamento de bispos que acobertam os padres acusados de pedofilia.

Outro filme premiado que explora um tema interessante para o estudo de atualidades é “A Grande Aposta”, que levou o Oscar de melhor roteiro adaptado.

O ator Christian Bale, no filme “A Grande Aposta” (foto: divulgação)

O filme aborda a grande crise financeira de 2008, que começou nos Estados Unidos com o estouro da bolha imobiliária. Foi o mais duro golpe sofrido pela economia mundial desde a quebra da bolsa de Nova York, em 1929. E e os reflexos desta crise são sentidos ainda hoje em muitos países. Em “A Grande Aposta” esta história é contada do ponto de vista de algumas pessoas que perceberam algo de muito grave no mercado imobiliário e ganharam fortunas prevendo a ruína da economia norte-americana.

O tema não é dos mais recomendados para uma Sessão da Tarde, é verdade. Mas o filme explora a questão com um bom-humor e um didatismo que facilitam o entendimento. Por exemplo: quando alguns conceitos mais complicados entram em cena, o filme faz uma pausa na narrativa e introduz convidados para explicar as situações diretamente para o espectador. Mas não se preocupe se você não sair do filme preparado para dar uma aula sobre o mercado financeiro. A graça do filme está em perceber como as engrenagens da maior economia mundial são movidas por investidores inescrupulosos e especulações, em uma estrutura que pouco difere de um grande cassino.

Com o fim de semana aí, “Spotlight” e “A Grande Aposta” são ótimas opções para quem quer unir estudo e entretenimento.

Veja também:

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s