logo-ge

Por que o Brasil é um país violento?

Decreto que autoriza a intervenção federal na segurança do Rio de Janeiro não resolve as causas estruturais da violência no país, como a desigualdade social

Em decreto assinado em 16 de fevereiro, o presidente Michel Temer autorizou o processo de intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Segundo Temer, a medida se justifica pela escalada da violência no Estado e pelo fortalecimento do crime organizado.

Apesar do caráter de urgência do decreto, a violência  não é um fenômeno recente e tampouco está restrito ao Rio de Janeiro. O estado é apenas um retrato da dramática situação de insegurança vivida pelo Brasil. Em 2016, mais de 61 mil pessoas foram assassinadas no Brasil. É o maior índice já registrado na história. São 29,9 homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes. Apenas três unidades da federação – Bahia, Rio de Janeiro e São Paulo – respondem por 27% dessas mortes.

Aprenda mais sobre atualidades: na plataforma do Curso Enem GE, você encontra videoaulas, textos e exercícios sobre esse e todos os outros temas importantes para o Enem e outros vestibulares. Conheça clicando aqui.

O combate efetivo da criminalidade no país depende de ações abrangentes. Isso porque, o aumento da violência no país se deve não apenas a fatores conjunturais (ou seja, próprios de nosso tempo), como as políticas de segurança pública. Há também que se levar em consideração uma série de fatores estruturais – condições sociais, que estimulam as desigualdades. O estudo Segurança Cidadã com Rosto Humano: diagnóstico e propostas para a América Latina, do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) procurou entender as causas da violência na América Latina. Suas conclusões se aplicam também ao Brasil, o maior e mais populoso país da região.

A intenção dos pesquisadores era entender por que nas últimas décadas, a região viveu um período de crescimento econômico que não conseguiu reduzir a espiral de crescimento da violência. De acordo com o estudo, a América Latina continua sendo a região mais desigual e insegura do mundo. Os dez países com as maiores taxas de homicídios no mundo em 2015 são latino-americanos, segundo projeções da ONU. As taxas são excepcionalmente altas em países da América Central, resultado atribuído ao crime organizado.

O estudo elenca fatores sociais relacionados ao aumento de criminalidade que são comuns entre os países da América Latina. Veja os principais aspectos que explicam essa violência persistente:

Urbanização: A maioria dos países que apresentou longos períodos com crescimento da população urbana superior a 2% ao ano apresentou aumento da violência na América Latina, à exceção de Colômbia e Paraguai.

Inchaço das periferias: O crescimento urbano rápido e desordenado, acelerado pela migração para as cidades, criou periferias pobres, sem os serviços públicos adequados, como escolas e centros de lazer, o que gera criminalidade e as condições para a formação de quadrilhas que controlam o tráfico de drogas e armas.

Juventude em risco social: Situações como deixar a casa antes dos 15 anos de idade, não ir à escola ou ter um lar desestruturado sem pai ou mãe afeta diretamente na iniciação do jovem ao crime. Segundo o Ministério Público de São Paulo, dois em cada três jovens infratores da Fundação Casa vieram de lares sem o pai, e grande parcela deles não têm qualquer contato com o pai.

Desigualdade social: Os estímulos ao consumo de bens e serviços (de tênis de grife a celulares e outros produtos eletrônicos, por exemplo), associados ao baixo poder aquisitivo e à dificuldade de acesso aos estudos e, por consequência, de ascender profissionalmente, constitui um convite para assaltos, roubos, furtos e tráfico de drogas.

>>Veja também: O controle de armas de fogo no Brasil

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s