logo-ge

“Ao invés de” ou “em vez de”?

Duas locuções com significados bastante semelhantes e fáceis de confundir

 (Lucas S.Paiva/Guia do Estudante)

As expressões “ao invés de” e “em vez de” têm significados bem semelhantes, por isso é fácil confundi-las. Vamos saber mais sobre cada uma delas para entender quando usar uma e quando usar outra.

Ao invés de:

“Invés” vem do latim e significa “inverso”, ao lado oposto. A locução prepositiva “ao invés de” tem o significado de “ao contrário de”. Deve ser usada quando há a ideia de oposição, portanto.

Exemplos:

– A empresa tem uma postura conservadora ao invés de ter uma postura liberal.

– O carro mais veloz da pista diminuiu a velocidade ao invés de acelerar na reta final.

Em vez de:

A locução prepositiva “em vez de” tem um uso mais abrangente. Significa “no lugar de” e dá a ideia de substituição de alguma coisa ou alguém. Fique ligado: é sinônimo de “ao invés de” e, desse modo, também pode ser usada para indicar situações contrárias.

Exemplos:

Com sentido de “no lugar de”

– Decidi ir de carro para o trabalho em vez de ir de ônibus.

– Os ladrões entraram pela janela em vez de entrarem pela porta.

Com o sentido de “ao contrário de”:

– Gosto de ler revistas pelo fim em vez de começar pela primeira página.

– O dia está ensolarado em vez de chuvoso, como indicou a meteorologia. 

Dica!

De início, vai ser meio complicado entender bem a diferente entre as duas, mas isso vem com o treino. Lembre-se: para indicar a ideia de troca, de algo no lugar de outra coisa, não vale usar “ao invés de”, porque essa expressão só pode ser usada em situações em que há uma oposição (uma ideia contra outra). Não se deve falar, por exemplo: “Viajei para São Paulo ao invés de Curitiba”. O certo é: “Viajei para São Paulo em vez de Curitiba”.

Se você ficou na dúvida, prefira usar “em vez de”, já que essa locução também inclui o sentido de “ao contrário de” e, portanto, também significa “ao invés de”.

Consultoria: 

Dicionário de erros correntes da língua portuguesa

João Bosco Medeiros e Adilson Gobbes

Editora Atlas

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s