Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas de português Por Blog Viagem ou viajem? Haver ou a ver? Tire suas dúvidas de português aqui!

“Melhora” ou “melhoria”?

Nós as vemos em vários textos, mas qual devemos usar e quando?

Por Paulo Montoia Atualizado em 20 mar 2020, 19h48 - Publicado em 4 ago 2016, 23h35

Eis um caso típico de dúvida, justamente porque conhecemos as duas palavras. Nós as vemos em vários textos, mas qual devemos usar e quando? Houve melhora no trânsito ou houve melhoria? Há melhora na saúde do paciente ou melhoria no quadro de saúde dele?

Não precisa ter dúvidas: as duas formas são corretas e podem ser usadas em qualquer contexto, sem regras de proibição. As duas palavras são substantivos femininos e são sinônimos. O mesmo vale para outro sinônimo delas, o substantivo masculino melhoramento. Um caso descomplicado e meio raro em nossa complicada língua portuguesa!

Outra razão para causar estranhamento é que em uma expressão como “melhora no trânsito” parece que melhora está adjetivando o substantivo, quando na verdade temos uma “locução substantiva”, assim como “juiz de futebol”, “motorista de táxi” ou “farinha de trigo” . É uma construção diferente de “o trânsito melhorou”, na qual, de fato, a palavra melhorou está qualificando trânsito.

Veja também: “melhor preparado” ou “mais bem preparado”?

Apesar dessa liberalidade de uso, alguns professores e consultores na internet sugerem empregar cada uma dessas palavras conforme o contexto. Por exemplo, costuma-se utilizar “melhoras” para situações de saúde (“Desejei melhoras à mãe doente do meu amigo”). Já para temas como mobilidade urbana e transporte público, típicos de vestibulares, pode-se usar qualquer um dos três termos: houve melhora, melhoria ou melhoramento no trânsito (apesar de soar estranho, o uso está correto!).

Continua após a publicidade
Publicidade