logo-ge

Veja como evitar 7 erros comuns (e fáceis) de português

Listamos alguns erros que você pode memorizar facilmente

Ninguém escapa de um errinho aqui e outro acolá no português, afinal, nossa língua é complexa e cheia de pequenas regras. Às vezes, acertar tudo parece um desafio, mas nossa dica é começar pelo básico: eliminar primeiro os erros mais fáceis, que são talvez os mais comuns, para depois partir para os mais complexos. Abaixo, listamos alguns deles que você pode memorizar facilmente. 😉

Dicas do professor Eduardo Valladares, diretor pedagógico do cursinho online Descomplica

Erros de português
Imagem: iStock

1) A x há

Essa confusão é muito comum: no caso, “a” como preposição (indicando distância, tempo futuro) e “há” como verbo (indicando tempo passado, ou sentido de existir). No caso do verbo haver, uma dica para saber se ele foi corretamente empregado é substituir a palavra por outro verbo, como “existir” ou “fazer”. Se funcionar, é porque está correto. Veja exemplos:

>> Mais dicas de onde usar “a” e “há”

– Não o vejo muitos anos
–  meninas brincando no jardim
– O colégio fica a três quadras daqui
– Daqui a alguns anos, iremos nos reencontrar

2)  Haver x a ver

Talvez o erro mais frequente de todos. O verbo haver, no caso, tem sentido de “existir”, enquanto “a ver” significa “ter relação com” algo ou alguém.

– Esse vestido não tem nada a ver com meu estilo.
– Deve haver uma forma de solucionarmos este problema.
– As ideias de Paulo têm tudo a ver com o assunto que discutimos hoje.

3) À medida que x na medida em que

As duas expressões são parecidas e podem parecer iguais em sentido, mas têm significados muito diferentes: “à medida que” indica proporção, enquanto “na medida em que” é uma locução casual. Veja a diferença entre os usos:

>> “À medida que” ou “na medida em que”? Veja mais dicas

À medida que caminhávamos, mais ficávamos cansados.
– Perdi dois quilos em uma semana, na medida em que fiz uma reeducação alimentar.

4) Sujeito e predicado separado por vírgulas

Todo cuidado com as vírgulas é pouco: o uso incorreto pode mudar inclusive o sentido inteiro de uma frase. Adicione mais cuidado quando estiver falando em sujeito e predicado: na maioria dos casos, não se pode separá-los com vírgula. Mas há algumas exceções: saiba mais sobre as regras da vírgula aqui.

– A variedade de frutas e, especialmente, de legumes é um dos trunfos daquela loja.

5) Crase

Às vezes algumas pessoas tomam a crase por vilã, mas compreendê-la é mais fácil do que parece: nada mais é do que a junção da preposição “a” com o artigo feminino “a”. Portanto, no geral ela deve ser usada diante de palavras femininas (também, com exceções) e nem sempre vai ser uma exigência (entenda melhor o uso da crase aqui).

– A partida começa às 17h.
– Ele cantou a canção à Roberto Carlos. (Nesse caso, está subentendido que ele cantou a canção “à moda de” Roberto Carlos)
– Fiz o pedido de compra a Juliana. (Uso opcional, porque a pessoa que fala pode estar ou não usando o artigo feminino “a”)

>> Teste: Você sabe usar bem a crase e preposições?

6) Concordância

Na hora de escrever, é sempre importante fazer a ligação entre os termos da oração e ver os termos que se relacionam, e qual está conectado a qual. É o que chamamos de concordância.

>> “Havia” ou “haviam”? Veja mais regras de concordância

– A dedicação dos familiares em ajudar Pedro é um exemplo. (O sujeito da frase é “dedicação”, por isso, os verbos devem se flexibilizar de acordo)
Faz dez anos que não o vejo. (Fazer, no sentido de tempo, é impessoal e não varia)

7) Significado das conjunções

Não confunda o que cada conjunção significa. Preste atenção para não usar incorretamente e passar o sentido errado no texto.

Portanto: sentido de conclusão.
Mas: sentido adversativo, “porém”, ou aditivo.
Pois: sentido de explicação, conclusão.

giphy
E aí, deu para facilitar um pouco? 😛

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s