Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Melhores faculdades Por Blog Tudo sobre os cursos das melhores instituições de ensino superior do país e do mundo

Curso de Odontologia da UFAM tem formação social e humanística. Saiba mais!

Por Malú Damázio Atualizado em 24 fev 2017, 15h42 - Publicado em 26 set 2014, 19h03

86487962 (Imagem: Thinkstock)

As profissões da área da saúde têm atuação voltada, na maioria das vezes, ao atendimento da população local. No curso de Odontologia da Universidade Federal do Amazonas (UFAM), por exemplo, além dos estágios na própria clínica da faculdade e em unidades básicas de saúde do SUS, os alunos também desenvolvem programas de extensão universitária e passam um período em cidades no interior do estado, onde oferecem tratamento odontológico a comunidades carentes. A Faculdade de Odontologia da UFAM existe desde 1966 no campus de Manaus e oferece 42 vagas anualmente. O curso, avaliado com 5 estrelas no Guia do Estudante GE 2014, tem duração de cinco anos. O ingresso na graduação é feito por meio do Enem e também pelo Processo Seletivo Contínuo, avaliação seriada da própria universidade. Para cada uma das modalidades são distribuídas 50% das vagas.

Leia mais sobre a carreira de Odontologia na Guia de Profissões do GE

O mercado de trabalho em Odontologia é bastante amplo. O profissional pode atuar tanto no campo de promoção e prevenção da saúde bucal, quanto na área de tratamento e reabilitação do paciente. Aluna do oitavo semestre da UFAM, Jacqueline Costa explica que o trabalho do dentista vai muito além da estética. “Antes de entrar no curso, eu imaginava que nós cuidaríamos apenas do sorriso e dos dentes em si, mas nós também diagnosticamos, tratamos e prevenimos as patologias bucais e, com isso, devolvemos ao paciente autoestima e dignidade. Vivenciar a transformação das pessoas, não somente no rosto, mas no ego, é indescritível”, conta.

A vontade de ajudar as pessoas foi o que motivou Brendo Loureiro, estudante do quarto período, a fazer Odontologia. Na hora de escolher a profissão, Brendo ficou dividido, porque pensava em ser médico. Mas o estudante garante que fez a escolha certa. “Estou feliz com a carreira porque é um curso apaixonante, muito humanístico e agradável. Tenho também a oportunidade de atender à população carente, que é o grupo mais comum de pacientes na nossa clínica odontológica”.

Estrutura do curso

Durante os três primeiros períodos, os alunos estudam disciplinas teóricas, como Biologia Celular, Genética e Bioquímica. As matérias que se debruçam sobre áreas específicas da Odontologia começam a aparecer já no segundo ano da graduação, quando os estudantes começam a atender pacientes na clínica odontológica. A partir daí, diagnóstico de doenças, extrações, biópsias e tratamento dentário passam a fazer parte da vida universitária, mas a maior parte dos procedimentos cirúrgicos, principalmente os mais complexos, só será realizada a partir do oitavo período.

Continua após a publicidade

Jacqueline relata que a clínica e os laboratórios da faculdade têm ótima estrutura física, mas enfrentam algumas dificuldades comuns às universidades públicas: os materiais de estudo, como peças anatômicas, cadáveres e lâminas histológicas nem sempre estão em bom estado de conservação. Porém, a estudante faz questão de ressaltar que o aprendizado não é comprometido, já que os atendimentos são feitos com supervisão de bons professores e os alunos são bastante determinados.

Gerson Neto, estudante do oitavo período, conta que o curso da UFAM tem um viés mais humanista e social, além de não se enfocar em alguma área específica da Odontologia. “O atendimento a pessoas carentes faz parte do nosso dia-a-dia. As pessoas que procuram a clínica universitária o fazem por não ter condições de arcar com os custos de um tratamento particular. A UFAM também tem atividades extracurriculares em que nós atendemos em clínicas de reabilitação, comunidades interioranas, participamos de tratamentos oncológicos e outros serviços desse tipo para populações mais pobres”.

Lado artístico

Ao contrário de Brendo e Jacqueline, Gerson se interessou pela Odontologia por um motivo um tanto inusitado: a capacidade da profissão de desenvolver o lado artístico (!). Isso mesmo, além de ter atuação direta no campo da saúde, a profissão também permite que a pessoa imponha um senso estético no desenvolvimento de próteses dentárias, como explica o estudante. “Nós trabalhamos diretamente com escultura, escalas de cores e outros elementos puramente artísticos na confecção das próteses”, afirma.

Animado, Gerson conta que, desde criança, flerta com música, pintura e outras formas de arte. “A Odontologia veio pra ser mais a mais importante!”. Ele garante que, para ser dentista, não é necessário ter habilidade manual prévia. Na própria faculdade os alunos passam por uma disciplina em que aprendem a esculpir dentes em blocos de cera. “Se pegarem o primeiro e o último dente que esculpi irão pensar que o primeiro foi feito com os pés!”, brinca.

Custeio

Para estudar e ser um profissional da saúde bucal é preciso também comprar materiais individuais de atendimento, como brocas e espelhos. Muitas vezes, os equipamentos são caros e nem todas as pessoas têm condições financeiras de bancá-los. Mas não se desanime! O governo do Amazonas oferece um programa de custeio dos instrumentos de Odontologia para alunos que não conseguem financiar a infraestrutura de estudo. São R$15 mil reais por estudante para serem gastos ao longo da graduação. Após formado, o profissional retorna o dinheiro ao estado em parcelas pequenas.

Brendo se inscreveu na iniciativa e diz que vai custear boa parte de seus instrumentais ao longo da graduação por meio dessa ajuda. “Talvez o aluno indeciso fique desanimado quando souber que o curso é tão caro mesmo sendo em uma universidade pública. No início fiquei triste, pois gastaria em torno de R$10 mil só com instrumentais durante a graduação, sem a certeza de que serei bem sucedido profissionalmente. Mas agora sou feliz com a Odontologia e sei que conseguirei alcançar meus objetivos pessoais e profissionais!”

Continua após a publicidade
Publicidade