Assine com até 65% de desconto
Melhores faculdades Por Blog Tudo sobre os cursos das melhores instituições de ensino superior do país e do mundo

PUC-Rio é a melhor universidade privada do Brasil, em avaliação do Guia do Estudante

Por Mariana Nadai Atualizado em 24 fev 2017, 15h18 - Publicado em 14 set 2015, 17h55

Universidade incentiva a produção científica e a inserção da graduação nos projetos como forma de ampliar o interesse dos alunos

puc-rio

– Saiba como funciona a avaliação do Guia do Estudante

– Conheça a melhor instituição pública do Brasil

Com mais de 34 cursos avaliados, sendo 23 somando 5 estrelas, a Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) se consagrou como a melhor instituição de ensino superior privada do Brasil, segundo avaliação realizada pelo Guia do Estudante. Desbancando as outras pontifícias do Brasil – a PUC do Rio Grande do Sul ficou com o segundo lugar e a PUC-Minas com o terceiro – a campeão deste ano se destaca pelo incentivo a integração entre cursos e o apoio a pesquisa e a prática do que é aprendido em sala de aula.

A instituição se localiza em um campus único e isso, de acordo com o professor José Ricardo Bergmann, vice-reitor acadêmico, propicia o convívio da diversidade de culturas, incentiva o diálogo e trocas de experiências, enriquecendo a prática do ensino e incentivando a produção científica. Aliás, manter professores e alunos em laboratórios bem estruturados realizando projetos de pesquisa é um dos pontos fortes da instituição de ensino. “O grande volume de pesquisa na universidade, que tem mais de 50% de seu orçamento oriundo de projetos, permite amplo envolvimento dos alunos tanto com pesquisa científica como em projetos de desenvolvimento”, explica José Ricardo Bergmann, vice-reitor acadêmico da PUC-Rio.

Para regular essa produção, a universidade possui uma Câmara de Ética e também uma Agência de Inovação, para proteger a propriedade intelectual do que é produzido e valorizar o conhecimento gerado no meio acadêmico.

Para chegar a esse patamar, a instituição conta com corpo docente qualificado, em que 90% do quadro é formado por mestres e doutores, atuantes tanto na graduação como na pós-graduação e que estão em sintonia com as pesquisas de ponta no Brasil e no mundo. “Além da qualidade na formação, esses professores estão permanentemente atualizados e buscam envolver seus alunos em projetos científicos, sociais e também naqueles feitos em parceria com empresas”, conta o vice-reitor acadêmico.

Aprendendo na prática

Se por um lado a pesquisa é muito tem um papel muito importante dentro da instituição, por outro, a universidade também incentiva bastante a prática do que se aprende em sala de aula. Essa questão é notada primeiro pela própria grade curricular, com disciplinas de empreendedorismo. Depois, por oportunidade de estágios que são oferecidos no próprio campus, em projetos como o Comunicar e o Portal PUC-Rio Digital, os escritórios-modelo de advocacia e de design e a empresa-júnior, uma consultoria formada por alunos de diferente cursos e orientada por professores que oferece soluções em gestão e estratégia para clientes reais que são desde pequenos empreendedores até grandes empresas.

Continua após a publicidade

Pronto para o mercado de trabalho

A prática também é vivenciada por meio de estágios no mercado de trabalho. Para auxiliar os alunos, a instituição de ensino possui a Coordenação Central de Estágios e Serviços Profissionais (CCESP). O departamento faz parcerias com instituições públicas e privadas e convênios para encaminhar os alunos para estágios. Ele também intermedia as relações entre estágio curricular e extracurricular e realiza a Mostra PUC, uma feira de estágios que acontece todos os anos no campus da universidade e reúne dezenas de empresas de destaque. “A CCESP mantém uma rica base de dados das empresas, instituições conveniadas e dos alunos, o que inclui um banco de currículos. E dispõe também, sob demanda, de cursos preparatórios para processos seletivos e serviços de desenvolvimento de carreira”, conta José Ricardo Bergmann.

E se a ideia é abrir seu próprio negócio, a PUC-Rio pode contar com o suporte do Instituto Gênesis, um programa de empreendedorismo em que os alunos são estimulados a empreender dentro e fora das empresas.

A universidade ainda conta com um programa de intercâmbios com mais de 300 universidades do mundo todo. Só em 2014, mais de 1 800 alunos participaram do programa.

2ª colocada: PUCRSBoa estrutura para estar entre as melhores
Uma construção de 450 mil m2 abriga o campus da PUCRS, em Porto Alegre, com mais de 200 laboratórios, Hospital Universitário, Parque Científico e Tecnológico, Museu de Ciências e Tecnologia, entre outros núcleos. “Temos infraestrutura com equipamentos de última geração em áreas estratégicas do desenvolvimento científico e tecnológico”, explica Mágda Cunha, pró-reitora acadêmica da PUCRS. Um dos maiores destaques da instituição é o Tecnopuc, parque científico e tecnológico, referência na América Latina, com 120 organizações. Outro diferencial é a atuação da universidade em todas as áreas do conhecimento, mantendo cursos com grade atualizada e criando novas graduações de acordo com a demanda do mercado de trabalho. E os alunos são incentivados fazer mestrado e doutorado, seja por meio de participação em disciplina ou em pesquisas. São 1.266 projetos sendo realizados – 200 em parceria com instituições internacionais – que envolvem 1.113 alunos da graduação.

 

3ª colocada: PUC-Minas
Convênios de intercâmbio visam a internacionalização da instituição
Prestes a completar 57 anos, a PUC Minas atende 44.586 alunos na graduação e 9.993 na pós-graduação, que estão matriculados em 115 cursos de graduação, 291 de pós-graduação lato sensu e 28 stricto sensu. Visando a internacionalização, ela possui 176 convênios de intercâmbio. A instituição oferece 306 projetos de pesquisa. Um dos destaques é o Grupo de Estudos em Energia (GREEN), laboratório referência no cenário nacional de estudos e pesquisas em energia solar. Com uma atuação social forte, a instituição tem 141 projetos de extensão e atendimentos em clínicas de saúde, como fisioterapia, odontologia e psicologia, e consultórios jurídicos. Para estimular a formação de professores de educação básica, a universidade criou o Plano Estratégico de Referência para a Formação de Professores da Educação Básica, que, entre outras ações, destina 30 bolsas integrais para os alunos e 350 bolsas de iniciação à docência.

 

As 10 melhores instituições de ensino superior particular do Brasil

Nome da instituição Cursos Avaliados Cursos Estrelados 5 estrelas 4 estrelas 3 estrelas
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) 34 34 23 9 2
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) 36 36 18 18 0
Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC Minas) 62 62 4 38 20
Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos) 28 28 8 20 0
Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR) 49 48 8 30 10
Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP) 25 25 9 13 3
Universidade Presbiteriana Mackenzie (Mackenzie) 25 25 7 16 2
Universidade de Caxias do Sul (UCS) 59 59 3 24 32
Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-Campinas) 34 34 4 23 7
10º Universidade do Vale do Itajaí (Univali) 42 42 3 22 26

*Texto: Silvia Regina Sousa e Thais Matos

Continua após a publicidade
Publicidade