Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês
Por dentro das profissões Por Blog Informações sobre profissões e carreiras para te ajudar a escolher aquela que tem mais a ver com você

As 10 melhores e as 10 piores profissões de 2017

Estatística lidera a lista; repórter de jornal fica na última colocação

Por Lisandra Matias Atualizado em 5 Maio 2017, 11h33 - Publicado em 5 Maio 2017, 11h31

O site norte-americano CareerCast, especializado em carreiras e emprego, divulgou sua lista anual das melhores e piores profissões de 2017.

Para elaborar o ranking, foram levados em conta os seguintes critérios: ambiente de trabalho (que considera fatores emocionais, como competividade, e físicos, como exposição a ruídos), salário e renda; perspectivas de emprego ou desemprego (e de crescimento na carreira) e fatores de stress. A pesquisa usou dados do Centro de Estatísticas do Trabalho e de outros órgãos do governo dos Estados Unidos.

Veja a lista completa com a colocação das 200 profissões analisadas e confira abaixo as 10 melhores e as 10 piores:

As 10 melhores profissões em 2017:

  1. Estatístico
  2. Gerente de serviços médicos (Gestão em Saúde)
  3. Analista de pesquisa de operações
  4. Analista de segurança da informação (Sistemas de Informação, Segurança da Informação)
  5. Cientista de dados (Ciência da Computação)
  6. Professor universitário
  7. Matemático
  8. Engenheiro de software
  9. Terapeuta ocupacional
  10. Fonoaudiólogo

As 10 piores profissões em 2017:

  1. Repórter de jornal
  2. Locutor de rádio
  3. Lenhador
  4. Militar
  5. Trabalhador que faz o controle urbano de pragas
  6. DJ
  7. Publicitário – vendedor de anúncio
  8. Bombeiros
  9. Vendedor
  10. Taxista
Continua após a publicidade
Publicidade