Clique e assine GE Play por R$16,90
Por dentro das profissões Por Blog Informações sobre profissões e carreiras para te ajudar a escolher aquela que tem mais a ver com você

As carreiras que você pode seguir com Medicina

Por Amanda Previdelli - Atualizado em 24 fev 2017, 15h39 - Publicado em 20 jan 2015, 15h48

12-11 Profissões- Medicina

Medicina é um dos cursos mais tradicionais das universidades e o médico um dos profissionais mais antigos conhecidos. Mas o formado em medicina não precisa se tornar apenas médico. Além disso, existem diversas especialidades que ele pode seguir.

Confira algumas delas:

Acupuntura: aplicação de agulhas.
Alergia e imunologia: mecanismos de defesa do organismo.
Anestesiologia: aplicação de anestésicos.
Angiologia e cirurgia vascular: artérias e veias.
Cancerologia: câncer.
Cardiologia: coração.
Cirurgia: cardiovascular, de cabeça e pescoço, geral, do aparelho digestivo, pediátrica, plástica e torácica.
Clínica médica: organismo em geral.
Coloproctologia: aparelho digestivo final.
Dermatologia: pele.
Endocrinologia e metabolia: distúrbios hormonais e de metabolismo.
Gastroenterologia: sistema digestório.
Genética médica: doenças genéticas.
Geriatria e gerontologia: moléstias do envelhecimento.
Ginecologia e obstetrícia: aparelho reprodutor feminino, gravidez e parto.
Hematologia e Hemoterapia: sangue, seu uso terapêutico ou de seus componentes.
Homeopatia: clínica geral que utiliza medicamentos preparados com substâncias naturais.
Infectologia: doenças infecciosas.
Mastologia: glândulas mamárias.
Medicina da dor: voltada para tratamento da dor crônica.
Medicina esportiva: prevenir e tratar distúrbios originados de atividade esportiva. Dar orientação médica e acompanhar equipes e times.
Medicina geral e comunitária: atuar na prevenção, na cura e reabilitação de pacientes em conjunto com equipe multiprofissional (como enfermeiro, assistente social e psicólogo).
Medicina legal e perícia médica: realizar autópsias, exames de DNA e de corpo de delito. Dar suporte à investigação de crimes.
Medicina paliativa: oferece cuidados para aliviar a dor e o sofrimento de pacientes terminais.
Medicina sanitária: desenvolver e aplicar programas de saúde pública.
Medicina do sono: trata dos distúrbios relacionados ao sono.
Medicina do trabalho: prevenir e tratar doenças causadas pelo ambiente de trabalho ou por práticas profissionais.
Medicina tropical: previne e trata doenças como malária, febre amarela, dengue e hanseníase.
Nefrologia: moléstia dos rins.
Neurologia e neurofisiologia: distúrbios do sistema nervoso.
Nutrologia: nutrição.
Oftalmologia: olhos.
Ortopedia e traumatologia: ossos e músculos.
Otorrinolaringologia: ouvido, nariz, boca e garganta.
Patologia e patologia clínica: exames laboratoriais.
Pediatria: crianças.
Pneumologia: pulmões.
Psiquiatria: doenças mentais.
Radiologia e diagnóstico por imagem: exames radiológicos e diagnóstico por imagens.
Radioterapia: tratamentos por radiação.
Reumatologia: cartilagens e articulações.
Terapia intensiva: tratamento intensivo de pacientes.
Urologia: vias urinárias.

Continua após a publicidade
Publicidade