logo-ge

Biologia e Biomedicina têm a mesma empregabilidade?

(Imagem: Thinkstock)

Na hora de escolher uma profissão muitos jovens levam em conta fatores como afinidade com o que será estudado durante o curso, áreas de atuação dentro daquela carreira, estrutura do mercado de trabalho e também faixa de remuneração. O ideal é que todos esses requisitos sejam atendidos de uma forma ou de outra – claro que alguns deles terão peso maior e serão, de fato, decisivos de acordo com que o estudante busca.

A Priscila Cunha, leitora do GE, cursa Biomedicina e, já na graduação, depois de entrar em contato com profissionais biomédicos, se deparou com um problema comum em muitas carreiras: a baixa empregabilidade da área. Por isso, ela cogita agora cursar Ciências Biológicas e quer saber se o curso garantirá maior estabilidade depois de formada.

“Estou cursando Biomedicina e gosto muito do curso, porém muita gente já formada diz que é meio complicado pra se empregar, que ainda há muito preconceito com os Biomédicos. Pensei em mudar para Biologia bacharelado e licenciatura e gostaria de saber se, depois de formada em Biologia, terei uma segurança maior de empregabilidade e estabilidade ou devo continuar com a Biomedicina?”

Priscila, a dificuldade em conseguir um bom emprego, e que tenha também salários mais elevados, logo após sair da faculdade é recorrente na maioria das profissões. Tanto em Biomedicina quanto em Biologia, esse será um dos principais obstáculos que você irá enfrentar, até que encontre um trabalho que te dê satisfação pessoal e maior segurança.

O que você deve por na balança também é o que gosta de estudar e em qual área pretende trabalhar. Enquanto a Biomedicina se relaciona diretamente com pesquisa de doenças, formas de diagnostica-las e possíveis soluções, a Biologia é um campo mais amplo e não se detém somente em estudos sobre o corpo humano e patógenos, mas sobre qualquer forma de vida. É claro que as duas têm, sim, campos de atuação em comum, mas o conteúdo que você verá na faculdade será bem diferente – e isso pode ser, inclusive, uma vantagem, caso você tenha curiosidade em aprender noções de Ciências Biológicas.

Para te tranquilizar e tentar mostrar como está o mercado de trabalho para as duas carreiras, conversamos com a biomédica formada pela UFPA Larissa Cruz, que passou pelas mesmas dúvidas que você durante a graduação, e hoje atua na área de biologia molecular e imunologia em um laboratório de medicina diagnóstica em Belém. Também falamos com Gerson Raggi, biólogo especializado na área de biologia marinha e que pesquisa, na Unesp, moléculas encontradas em cnidários. Eles explicam que a questão levantada por você é comum em ambas as profissões e apontam que se dedicar a uma especialização ou a um mestrado pode ser uma boa opção para aprimorar seu currículo.

Confira os depoimentos!

Larissa Cruz, biomédica com atuação em biologia molecular e imunologia, formada pela UFPA:

“Olá, Priscila! A vantagem de fazer Biomedicina hoje é que a profissão possui muitas áreas em que você pode atuar. Entre elas as de análises clínicas, pesquisa, imagenologia, biologia molecular, estética, acupuntura, farmácia, entre outras. Com isso dá para ver que há, sim, bastante mercado de trabalho e podemos desmentir um pouco essa ideia equivocada que algumas pessoas compartilham de que o biomédico só faz exame de fezes e de sangue. A desvantagem da carreira é que o a remuneração não é, ainda, tão alta. Porém, ela só tende a aumentar com os anos de formado e com especializações.

Sou da área de análises clínicas e biologia molecular e, aqui em Belém, não foi difícil ser empregada. A maioria dos laboratórios incentiva que o profissional da Biomedicina evolua na área, cursando um mestrado ou especialização. Uma grande porta de entrada é manter contato com professores que possam te indicar para uma vaga de emprego e mostrar interesse e dedicação. Trabalhar durante o estágio supervisionado que ocorre durante o último ano do curso e que, geralmente, é feito em um laboratório particular, também é uma boa maneira de adentrar no mercado de trabalho.

Se você está em dúvida quanto mudar pra Biologia, recomendo pensar bem, já que é uma profissão que pouco tem a ver com a nossa. Biomedicina estuda, em termos gerais, novos diagnósticos para seres humanos e pesquisa soluções para doenças raras. Já a Biologia abrange todos os seres vivos em geral, desde botânica ao reino animal, e a licenciatura exige, além de pesquisa, que você se interesse por dar aulas e se apresentar em público. Portanto, leve em consideração o que você realmente gosta de fazer e não somente o que pode te garantir um emprego com salários melhores mais cedo.

Espero que tenha ajudado nas suas dúvidas e que, futuramente, sejamos parceiras de profissão! Caso isso não ocorra, espero que você se saia bem na área que escolher. Boa sorte!”

Gerson Raggi, biólogo especializado em biologia marinha, formado pela Unesp:

“Oi, Priscila! Pra começar, eu gostaria de te fazer uma pergunta também: o que você quer fazer depois de formada ou o que você se vê fazendo durante toda sua vida?

Se você disser que quer algo relacionado à Biomedicina eu te responderia assim:

A Biologia e a Biomedicina podem ter bastante coisa em comum, mas, ao mesmo tempo, são muito diferentes. Será que vale a pena passar um tempão estudando coisas que você não pretende usar?

No entanto, existem opções como concursos que permitem que tanto o biólogo como o biomédico concorram para a mesma vaga, e, dependendo do caso, eles pedem experiência em uma das atividades, como por exemplo, a área de exames clínicos. Então, você ate poderia trocar de carreira e continuar a fazer o que gosta, mas está disposta a começar de novo? Se sim, o curso de Biologia é muito legal e acho que você vai se dar bem.

Na graduação em Ciências Biológicas você vai ter uma visão mais geral de tudo. Mas na hora de arranjar emprego, acredito que terá mais opções do que em Biomedicina, já que o biólogo pode trabalhar em diversos campos, como as áreas ambientais, de diagnósticos clínicos, zoologia, botânica, em sala de aula…

Mas é importante lembrar que na Biologia a gente passa por problemas parecidos com emprego também. Mas o fato de fazer bacharelado e licenciatura é uma opção legal porque permite que você tenha essas outras opções de atuação. Entre elas, a possibilidade que vejo que tem mais ajudado e dado uma certa segurança financeira para muita gente é a de dar aulas. Boa parte das pessoas acaba descobrindo que gosta de lecionar ou que isso pode te trazer alguma estabilidade de emprego enquanto você procura outra opção que goste mais. Talvez valha a pena tentar! Boa sorte e espero ter ajudado!”

_____________

Quer que a sua dúvida sobre profissão também seja respondida aqui no blog? Envie um e-mail para consulte.ge@abril.com.br com o assunto “Dúvida sobre Profissão”. Sua pergunta pode aparecer por aqui também! :)

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s