logo-ge

Como posso me especializar em Engenharia Biomédica?

 

(Imagem: Thinkstock)

A pergunta de hoje tem como tema a formação em Engenharia Biomédica e foi enviada pela leitora Lídia Oliveira, que deseja realizar a graduação na área, mas irá cursar Engenharia Mecânica.

“Ei, pessoal do Guia! Desejo muito cursar Engenharia Biomédica, mas na minha cidade não tem o curso em faculdades públicas. Minha segunda opção de curso é Engenharia Mecânica. Eu poderia cursar Engenharia Mecânica fazendo algumas matérias da Biomédica? Ou teria que cursar primeiro Mecânica e depois fazer uma pós-graduação ou mestrado me especializando na Engenharia Biomédica? Se eu fizesse durante o curso de Engenharia Mecânica matérias da Engenharia Biomédica seria uma especialização? Desde já, obrigada!”

Tanto o engenheiro mecânico quanto o engenheiro biomédico trabalham diretamente com o desenvolvimento de máquinas e equipamentos. Entretanto, o que diferencia as duas carreiras é que o profissional da Engenharia Biomédica é responsável por projetar especificamente equipamentos utilizados em hospitais, laboratórios de análises clínicas, indústrias farmacêuticas, consultórios médicos, biomédicos e odontológicos. Ele estuda formas de aperfeiçoar o funcionamento dessas máquinas, pesquisa materiais adequados para cada uma delas, de acordo com suas funções, e também trabalha com manutenção hospitalar. Assim, o curso de Engenharia Biomédica tem, além de disciplinas Exatas em seu currículo – comuns a todas as Engenharias, inclusive à Mecânica –, muitos assuntos das áreas de Saúde e Biologia.

Uma das vantagens de se cursar a graduação em uma faculdade pública é que, além das matérias previstas na grade curricular da carreira escolhida, o estudante também pode se inscrever em disciplinas optativas livres para complementar sua formação. Na maioria das vezes, esses créditos podem ser cumpridos em qualquer curso oferecido pela instituição. A possibilidade é muito útil para alunos que querem se aprofundar em estudos de outras áreas, mas, ainda assim, não é considerada uma especialização. Existem cursos específicos para isso e também há pós-graduação, que envolve mestrado e doutorado.

>> Saiba mais sobre a carreira de Engenharia Biomédica

Para entender melhor o que faz um engenheiro biomédico e como se especializar na área, o Guia do Estudante conversou com Camila Davi Ramos, formada pela Universidade Federal de Uberlândia. Ela, que faz mestrado em processamento de sinais e pesquisa em Eletroencefalograma em ambiente de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), explica que, apesar de as duas Engenharias abordarem assuntos em comum, é importante que a Lídia, que pensa em ingressar em Mecânica, realize um estudo relacionado ao campo da Engenharia Biomédica para trabalhar diretamente com isso.

Confira seu depoimento!

Camila Davi Ramos, engenheira biomédica formada pela UFU:

“O curso de Engenharia Biomédica, assim como qualquer outro curso de engenharia contempla as áreas básicas de um curso de ciências exatas, como por exemplo as disciplinas de Cálculos, Físicas e Lógica de Programação. Portanto a tendência é que os cursos de engenharias tenham de 30 a 40% de similaridade uns com os outros. Porém o que diferencia uma engenharia da outra são os enfoques e as disciplinas específicas.

Como graduada em Engenharia Biomédica há pouco tempo, acredito que é extremamente importante que as disciplinas específicas sejam bem aplicadas e cursadas durante o processo de formação do aluno e futuro atuante na área de Engenharia Biomédica. Por se tratar de uma área muito ampla e recente no Brasil, a Engenharia Biomédica estuda conceitos de Engenharia Elétrica, Mecânica, Mecatrônica, Eletrônica, dentre outras, além de conceitos de Tecnologia da Informação, mas todos eles direcionados à aplicação na área da saúde.

Há duas ênfases estudadas no curso de Engenharia Biomédica: Bioengenharia e Biomecânica. Acredito que essas áreas sejam as mais dependentes do conhecimento abordado na Engenharia Mecânica, visto que se tratam dos conhecimentos em sistemas mecânicos aplicados na saúde. Porém, como a graduação em Mecânica não trata somente desses conteúdos, mas, sim, de várias temáticas da carreira, acredito que seja necessário cursar Engenharia Biomédica ou fazer uma pós-graduação na área para aprimorar os conceitos e aplicá-los à saúde.

Essas características não são abordadas em um curso de Engenharia Mecânica ou qualquer outro que não seja a própria Engenharia Biomédica. Mas é evidente que se o aluno opta por fazer um curso de qualquer outra Engenharia que exista, a chance dele conseguir conciliar o aprendizado durante o curso com a aplicação em Engenharia Biomédica se torna mais fácil uma vez que a base dos cursos é a mesma.

Já o fato de cursar disciplinas da Engenharia Biomédica mesmo fazendo outra Engenharia não qualifica o aluno como engenheiro biomédico e não pode ser considerado uma especialização. Pra isso, é necessário que o estudante realize algum curso de pós-graduação na área. Mas, por questão de conhecimento, assistir as aulas é bastante válido, até mesmo para conhecer melhor a área de Engenharia Biomédica que é tão ampla e nova.”

>> Leia também sobre a carreira em Engenharia Mecânica

_______________

Quer que a sua dúvida sobre profissão também seja respondida aqui no blog? Envie um e-mail para consulte.ge@abril.com.br com o assunto “Dúvida sobre Profissão”. Sua pergunta pode aparecer por aqui também! :)

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

  1. Thiago Aragão

    Muito interessante! Vim mesmo para saber se ao me graduar em engenharia mecânica, poderia me especializar em engenharia biomédica. Sou estudante de engenharia mecânica e estou indeciso quanto à qual destas três me especializar: robótica, engenharia espacial ou engenharia biomédica

    Curtir

  2. Thiago Aragão

    Muito interessante! Vim mesmo para saber se ao me graduar em engenharia mecânica, poderia me especializar em engenharia biomédica. Sou estudante de engenharia mecânica e estou indeciso quanto à qual destas três me especializar: robótica, engenharia aeroesspacial ou engenharia biomédica

    Curtir