Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Por dentro das profissões Por Blog Informações sobre profissões e carreiras para te ajudar a escolher aquela que tem mais a ver com você

Conheça o curso de Moda na Fasm

Por Guilherme Dearo Atualizado em 24 fev 2017, 16h08 - Publicado em 28 dez 2011, 14h13

Moda é a arte de criar e comercializar peças de vestuário e acessórios, seguindo estilos e tendências. O profissional de moda pode cuidar tanto da parte de criação e desenho quanto da parte de produção, comercialização, gerenciamento e consultoria.

Para falar mais sobre o curso e a carreira, o Por Dentro das Profissões conversou com a professora Raquel Valente, coordenadora do curso de Desenho de Moda na Faculdade Santa Marcelina (Fasm), em São Paulo.

O curso tem duração de 4 anos e há 165 vagas por ano

As disciplinas são tanto teóricas quanto práticas e são obrigatórias durante todos os semestres. No primeiro ano, há matérias mais básicas, que dão ao aluno a noção geral do fazer no campo da Moda, como Laboratório de Criatividade e Metodologia Visual.

O estudante também passa por Desenho de Moda, Desenho de Observação, Estilismo, Estética e História da Arte, História da Moda, Fotografia, Modelagem, Confecção e Tecnologia Têxtil, entre outras disciplinas.

Na Fasm, o curso é voltado para a criação

Diferente de outros cursos do país que focam os negócios ou as questões mais técnicas da Moda, o curso da Fasm é focado na criação e no desenho, pensando sempre na confecção, estampas, joalheria, acessórios e toda a parte têxtil.

Nomes famosos do mundo da Moda estudaram na Fasm

Alexandre Herchcovitch, um dos estilistas brasileiros mais famosos da atualidade, estudou na faculdade. Cynthia Hayashi, ganhadora do concurso Ponto Zero, é outra ex-aluna da Fasm. No mundo do Jornalismo de Moda, há outros exemplos de ex-alunos, como Maria Prata, editora da revista Harper’s Bazaar Brasil; e Sandra Bittencourt, editora de moda da revista Marie Claire.

O estágio é obrigatório e o estudante deve cumprir uma carga de atividades extracurriculares

O aluno deve cumprir 160 horas de estágio e 100 horas de atividades extracurriculares. Os estágios são facilmente encontrados em um painel aberto organizado pela faculdade.

E na própria Fasm há muitas atividades além das aulas, como a Semana de Moda, onde palestrantes são convidados a falar sobre temas atuais e onde os alunos podem participar de workshops; e o evento Palavras da Moda, onde autores que lançaram livros sobre Moda falam sobre seu trabalho.

Continua após a publicidade

O TCC é individual e tem um caráter muito autoral, de criação

O trabalho final do curso passa por três etapas. Primeiro, o estudante deve montar um dossiê, que dará início ao seu trabalho. Depois, é a vez da monografia, que dará a base da parte teórica. Por fim, o estudante deve apresentar o trabalho prático, que são, geralmente, de 6 a 8 looks completos ou acessórios e jóias.

Há uma banca interna, com três professores, que avalia os trabalhos. Aqueles que tiram uma nota acima de 8 vão para uma banca externa e são avaliados por profissionais da área. Por fim, os que obtiveram nota acima de 9 vão para um desfile.

Os melhores estudantes concorrem a bolsas de estudo de pós-graduação

“Este ano tivemos muitos trabalhos ótimos, acima de 9, foram 23 alunos. Então tivemos de organizar duas noites de desfile. Estes estudantes concorrem a bolsas de estudo de pós-graduação oferecidas pela faculdade. Geralmente damos três, mas este ano foram quatro os estudantes a conseguirem a bolsa”, explica a professora Raquel Valente.

É preciso ter habilidade em desenho mais desenvolvida para cursar Moda

A Fasm tem o vestibular tradicional, mas parte da prova é de habilidade específica, uma prova de desenho. Ali avalia-se o aluno para selecionar aqueles que já tem um desenho mais desenvolvido.

“Justamente porque o curso é muito voltado para o desenho e a criação, fica difícil acompanhar as aulas sem o mínimo de habilidade na área. Não esperamos um aluno pronto, mas sim aquele que seja criativo e que tenha prontidão, ou seja, esteja pronto para desenvolver facilmente seu conhecimento”, afirma a professora.

O estudante de Moda deve ser dinâmico e atuante, estar antenado no que acontece no mundo

“Moda é informação diária, transformação, o aluno precisa ser dinâmico e atuante, antenado com o que está acontecendo com o mundo. Senão fica complicado de desenvolver um trabalho criativo”, explica Raquel Valente.

Há vários campos da Moda ainda poucos explorados no Brasil

Algumas áreas do mercado de Moda não têm recebido a devida atenção no país, o que representa uma boa oportunidade para estudantes e novos profissionais. A moda masculina, a moda praia e a moda esportiva são campos com grande potencial.

“Geralmente o estudante vai para alguma área que tem a ver com ele próprio, com o próprio corpo. Como a maioria dos estudantes de Moda são mulheres, elas se voltam para a estética delas, para a moda feminina. Mas há grande potencial na moda masculina e infantil, por exemplo”, analisa Raquel.

– Faça o teste e veja se Moda combina com você!

Continua após a publicidade
Publicidade