Assine com até 65% de desconto
Por dentro das profissões Por Blog Informações sobre profissões e carreiras para te ajudar a escolher aquela que tem mais a ver com você

Engenheiro naval: o dono dos mares

Por Tati de Assis Atualizado em 24 fev 2017, 15h21 - Publicado em 10 jun 2015, 04h46

 

Que tal estudar Engenharia Naval e fazer um barco?  (Créditos: Morgue File)

Que tal estudar Engenharia Naval e fazer um barco? (Créditos: Morgue File)

 

O título que você acabou de ler não é exagero, o engenheiro naval é responsável pela concepção, construção e manutenção de embarcações e equipamentos. Ou seja, se algo flutua naquele mundareu de água, é porque este profissional criou ou produziu.

Para que tudo dê certo, ele verifica a qualidade da matéria-prima e os métodos de trabalho usados. Se você preferir trabalhar em outra área, pode atuar no  controle de tráfego de embarcações em rios e oceanos.

>> Saiba mais sobre o curso e a carreira de Engenharia Naval

O curso tem duração de 5 anos e é recheado de disciplinas relacionadas às engenharias. Há ainda outras matérias, como: matemática e física. No período profissionalizante, o aluno estuda hidrodinâmica, estruturas navais, projeto de navio e plataformas marítimas, e transporte aquaviário. O estágio supervisionado e o trabalho de conclusão de curso (TCC) são obrigatórios.

As ofertas de emprego estão em estaleiros, companhias de navegação e administradoras de hidrovias. A previsão é de que o número de postos de trabalho aumente, já que 11 estaleiros estão em construção no Brasil. Se você gostou do curso, veja a lista abaixo. Elencamos as áreas de atuação do  engenheiro naval.

Continua após a publicidade

// O que você pode fazer

Construção naval

Coordenar a construção de embarcações (navios, barcos e lanchas) e de sistemas flutuantes em geral, incluindo plataformas de produção de petróleo. Gerenciar serviços de manutenção e conservação de cascos, motores, máquinas e sistemas de bordo.

Gerenciamento de transporte

Planejar todas as etapas do comércio fluvial ou marítimo, desde o embarque e o transporte de carga até o desembarque e o armazenamento e a conexão com outros meios de transporte.

Pesquisa e desenvolvimento

Conceber novas tecnologias e sua aplicação no projeto, na construção e na operação de sistemas flutuantes.

Projeto de sistemas oceânicos

Propor soluções para problemas de engenharia que envolvam a definição de embarcações e de sistemas flutuantes, suas especificações técnicas e operacionais e o planejamento da construção.

Continua após a publicidade
Publicidade