logo-ge

O que é importante para ser um bom escritor ou roteirista?

Livros campeões de vendas e novelas de sucesso têm uma coisa em comum: boas histórias. Eles têm características que conquistam as pessoas e fazem com que elas queiram sempre ler ou assistir ao próximo capítulo. Mas, aparentemente, não existe uma receita pronta para escrever uma trama cativante. O leitor Eklystton Santos nos enviou a seguinte pergunta sobre o assunto:

“O que faz de uma pessoa um bom roteirista e escritor? Isso exige algum curso de capacitação ou curso superior?”

Grandes escritores brasileiros tiveram formações superiores diferentes. Guimarães Rosa, por exemplo, era médico. Machado de Assis se tornou jornalista, só estudando como autodidata. Ariano Suassuna era formado em Direito. Euclides da Cunha seguiu por uma área bem diferente das letras: Engenharia. Esses são apenas alguns exemplos. Para explicar melhor o que faz de uma pessoa um bom escritor, conversamos com Cristianne Fridman, formada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo. Autora de novelas como “Chamas da Vida” e “Vidas em Jogo”, ela é responsável pelo próximo folhetim da Record, a trama “Vitória”. Já escreveu também temporadas de Malhação e colaborou em outras novelas da Globo. Confira o seu depoimento:

“O que faz uma pessoa ser um bom médico, um bom garçom, uma boa engenheira, um bom professor, um bom e boa etcéteras? O que faz uma pessoa ser boa em sua profissão? Acho que essencialmente é a paixão com que a pessoa exerce o seu ofício, a sua profissão, o seu trabalho. Não há nada mais fundamental a qualquer trabalhador, a qualquer profissional, que a paixão, o amor pelo seu trabalho, pelo que faz. Ah, mas você pode pensar: “Eu posso ter amor pela Medicina e não ter ‘jeito’, talento, dom para exercê-la. Posso ter paixão pelo roteiro e não ter dom para a escrever, para a criação”. Não acredito em um amor, em uma paixão que surja sem que exista algo em nós  ou naquilo que fazemos – que tenha a ver com aquilo que amamos, que temos paixão.

Talvez não se possua um dom enorme, um talento incrível, mas algo sempre existe porque, se não existisse, sequer sentiríamos um friozinho na barriga, quem dirá uma paixão! Meu amor pela profissão pode ser maior do que o meu dom? Pode e aí há uma compensação de trabalho, de esforço para treinar, se informar, exercitar ao máximo para que este dom se desenvolva do tamanho que você ama o que faz.

Não existe um curso de capacitação específico, mas existem cursos de roteiro e toda uma gama de conhecimentos que enriquecem o seu universo como roteirista. Ler muito, assistir peças de teatro, filmes e, todos os dias, escrever, escrever, escrever… Como se você fosse alguém sedento e só restasse letras, frases, ideias e textos para matar a sua sede.”

Quer saber mais sobre o campo de trabalho de um escritor e conhecer algumas sugestões de cursos para seguir? Confira abaixo alguns links interessantes:

– Galeria: 10 profissões para quem gosta de escrever

– Orientação profissional: Quais são as profissões para pessoas que gostam de escrever?

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s