logo-ge

Quais são os ingredientes do curso de Gastronomia?

 

Cozinhar de forma amadora é uma coisa, formar-se em Gastronomia é outra. Converse com profissionais da área para saber mais sobre o cotidiano (Créditos: Morgue File)

Cozinhar de forma amadora é uma coisa, formar-se em Gastronomia é outra. Converse com profissionais da área para saber mais sobre o cotidiano (Créditos: Morgue File)

 

Se o curso de Gastronomia fosse um prato, você saberia dizer do que ele é feito? Que gosto tem? Em resumo, este bacharelado prepara profissionais para produzir pratos e produtos. No desenrolar do processo, você também vai ter que estudar segurança alimentar, gerenciamento de funcionários e de finanças.

Na grade curricular, os principais elementos são aulas teóricas e práticas. No livro, você vai conhecer a história da gastronomia, bioquímica e microbiologia. Na cozinha, você vai aprender a preparar coquetéis, drinques, pães e, ó meu deus, sobremesas.

>> Saiba mais sobre o curso e a carreira de Gastronomia

E o tempo de preparo do receita, ops, do curso? A graduação tem duração média de quatro anos. O curso técnico é mais curto, tem dois anos. Não faça sua escolha pensando somente no tempo, pense, principalmente, no tipo de formação. A primeira opção é mais genérica, você aprende de tudo um pouco, ao passo que a segunda é mais específica, você vai se tornar um especialista em panificação, por exemplo.

Agora, onde trabalhar? Quem mais emprega este profissional são restaurantes, mas você pode trabalhar em uma empresa privada, coordenando a cozinha de um refeitório. Se preferir locais turísticos, tem como opção hotéis e resorts. Nada mal, não é?

Gostou do curso? Veja abaixo uma lista de segmentos que você pode atuar. Bons estudos.

// O que fazer?

Chef de cozinha

Planejar e preparar cardápios em restaurantes comerciais, industriais, hospitalares, bares e bufês.

Chef pâtissier

Especializar-se em confeitaria e panificação, na preparação de pratos decorados doces e salgados.

Personal chef

Atuar como chef de cozinha em residências particulares, na preparação de cardápios e receitas.

Consultoria

Prestar assessoria técnica para a abertura de restaurantes ou para propor melhorias em estabelecimentos já abertos, que pode ser desde uma alteração no layout da casa até a mudança de cardápios e fornecedores.

Segurança alimentar

Fazer vistoria em cozinhas industriais e restaurantes para verificar se as regras de segurança alimentar estão sendo cumpridas.

Desenvolvimento de Produtos

Criar e preparar pratos usando alimentos fornecidos por determinada indústria.

Gestão do Negócio

Administrar todo o funcionamento do restaurante, desde a contratação e treinamento de pessoal até os recursos financeiros e contato com clientes.

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s