logo-ge

Vale a pena fazer um curso de Moda?

(Imagem: Thinkstock)

Confeccionar coleções de roupas, sapatos ou acessórios que serão desfiladas em grandes eventos de moda, escrever para revistas de destaque, produzir o vestuário de ensaios fotográficos e lançar novas tendências no mercado de moda são alguns sonhos de quem pensa em seguir esta carreira. Mas será que vale a pena ir atrás de um curso superior? A Janilha Saintes Arles nos enviou esta dúvida:

“Olá! Meu nome é Janilha. Eu adoro desenhar, gosto de roupas e de saber sobre tendências. Também gosto de organizar eventos. Estou pesquisando sobre o curso de Moda, sempre quis fazer, mas onde moro não tem e queria esclarecimentos sobre este curso em termos de oportunidades de emprego e se vale a pena investir.”

Hoje, o Brasil oferece bons cursos de Moda, sejam eles em faculdades públicas ou particulares. Assim, para ingressar em uma graduação, você não precisa sair do país (a não ser que queira e possa fazer um curso no exterior!).

>> Saiba mais sobre a carreira de Moda na Guia de Profissões do GE

O Guia do Estudante foi atrás de uma profissional no mercado de trabalho para saber mais quais são as oportunidades no campo da moda e como é a realidade de quem está do lado de lá dos desfiles. Conversamos com Paula Castro, formada pela faculdade Belas Artes de São Paulo. Paula é produtora de moda e professora universitária na Fefisa (Faculdades Integradas de Santo André). Ela conta que o tão sonhado glamour da profissão é uma realidade distante de quem trabalha nos bastidores, mas ressalta que ver a sua criação sendo usada por alguém pode ser muito gratificante.

Confira seu depoimento:

“Olá, Janilha! Não é de hoje que o mercado de moda brasileiro tem sido alvo de milhares de meninos e meninas, já que seu crescimento é vistoso e enche os olhos com a beleza e o glamour atribuídos à profissão. No entanto, não são somente flores que ele oferece. O mercado de moda é um mercado bem exigente e sempre corre contra o tempo. Por exemplo, uma coleção que será desfilada na São Paulo Fashion Week tem apenas seis meses para ser pesquisada, pensada, desenhada, montada e preparada para desfilar. Ou ainda: um editorial de moda que deve ser publicado na revista em duas semanas, mas precisa dos trabalhos de casting de modelo, escolha de locação, edição de peças, edição de fotos e texto da matéria. Vendemos sonhos, sejam eles em texto ou em tecidos. Por isso, você precisa gostar muito do que faz.

A grande notícia é que o mercado de moda é muito abrangente e permite que trabalhemos nele em diversos setores. Então, vale a pena, sim, investir em uma faculdade. Nela, você aprenderá um pouco de cada segmento da moda e aí então descobrirá com qual área se identifica mais. Eu, por exemplo, entrei na faculdade querendo ser estilista, mas no meio do caminho percebi que não era nesse campo que teria mais êxito em minha carreira. Vi também que gostava mais de escrever e fotografar do que de desenhar e confeccionar uma peça. Foi aí que consegui um estágio em uma grande revista de moda e lá descobri que as áreas jornalística e fotográfica seriam minha grande paixão.

Sou formada pela faculdade Belas Artes de São Paulo. Lá, tive contato com muitos temas e bagagens culturais interessantes que, sem dúvidas, fizeram toda a diferença em minha carreira. Afinal, para escrever sobre moda, eu preciso também conhecer História da Arte, mas também tecidos, aviamentos, modelagens, tendências etc. Conhecimento em moda será sempre geral, porém, em algum momento você irá se especializar no que mais gosta (e garantirá sucesso! Rs).

O glamour que tanto comentam não existe dessa forma para o profissional, mas é recompensador finalizar um projeto e vê-lo se destacar no mercado: por exemplo, observar uma peça criada por você na vitrine de uma loja ou no corpo de alguém. Desenhar, criar eventos, pesquisar tendências é uma delícia, ainda mais quando se ganha para isso! Invista, sim, nesta área e, se você se dedicar, será uma grande profissional com certeza. Fique atenta a todas as novidades do mercado. Pessoas antenadas chamam atenção e movimentam a moda. Conheça outros profissionais do setor e troque informações. Seja curiosa! Contatos são de extrema importância. Você precisa só gostar do que faz, se dedicar e seguir em frente!”
________________________________

Tem alguma dúvida sobre profissão e não consegue encontrar informações? Faça como o Diego e nos envie um e-mail no consulte.ge@abril.com.br com o assunto “Dúvida sobre Profissão”. Podemos responder sua pergunta! =)

Comentários

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.