Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês
Redação para o Enem e Vestibular Por Blog Dicas de redação, propostas e análises de texto para mandar bem no Enem e nos vestibulares

Análise da redação “O trabalho infantil e a sociedade” – proposta retirada do Enem 2005

Por Mariana Nadai Atualizado em 24 fev 2017, 16h00 - Publicado em 28 nov 2012, 19h39

Veja a correção do texto enviado por um de nossos leitores para a proposta do Enem 2005 – Trabalho Infantil. Clique aqui para ver o post com as instruções.

O texto

“O trabalho infantil e a sociedade”

O trabalho infantil, independente de suas condições, toma parte da vida de um ser humano que é essencial para seu desenvolvimento saudável. Lugar de criança é na escola, nos parques, nos playgrounds, nos livros de histórias infantis, no balé, na natação, nos campos de futebol, etc. Vida de criança é leve, despreocupada e ingênua. Ninguém pode privá-las de seus direitos.

A sociedade moderna é egoísta, individualista e indiferente. Quando nos referimos à sociedade parece algo que está do lado de fora, mas nossas vidas, nossas casas, nossos filhos, nossos trabalhos e nosso lazer são seus formadores. Nós somos a sociedade e temos o dever de cuidar de todo o meio com o qual nos relacionamos inclusive de nossas crianças que estão sendo exploradas cada vez mais cedo.

Esperar por medidas de um governo corrupto e falho, não é resposta a realidade das crianças brasileiras. Divulgar números, denunciar abusos na mídia também não soluciona o problema. A sociedade precisa agir, nós precisamos mudar essa pintura, e a mudança precisa ocorrer dentro de nós primeiro.

O pouco que alguém pode fazer, não sendo muito é suficiente sim e pode fazer a diferença. Alguém precisa lutar por essas crianças. Alguém precisa dar a elas o apoio que precisam para deixarem de trabalhar em condições muitas vezes cruéis e viverem como tem direito.

O governo precisa agir, mas a sociedade precisa olhar além de seus muros pessoais, além de seus desejos egoístas, além de sua ambição e de seu sucesso desigual. É dever de todos nós cidadãos brasileiros, negros ou brancos, pobres ou ricos, no sul ou no norte. Devemos agir.

Continua após a publicidade

A análise

Esta é uma redação que tiraria uma nota abaixo da média. De um modo geral, o texto se caracteriza por discussões superficiais e desarticuladas baseadas em argumento de senso comum que tangiam o tema e não o discutem por completo.

Logo no primeiro parágrafo o candidato comete um grave erro. No começo ele dá a entender que o trabalho infantil é essencial para um desenvolvimento saudável e em seguida, diz que “lugar de criança é na escola…”, o que mostra uma forte contradição da argumentação.

Além de se contradizer em suas afirmações, ele usa de clichês para expor seus argumentos e muda bruscamente de assunto, colocando frases e idéias sem articulação com o texto, como  acontece na frase “ninguém pode privá-los de seus direitos” em nenhum momento ele menciona quais direitos das crianças ou como estariam sendo privadas deles.

O candidato segue o texto abordando superficialmente questões da sociedade sem relacioná-las ao tema da redação (trabalho infantil). Ele diz que é preciso lutar, mas não contra o que e usa novamente argumentos arraigados em senso comum.

Outro erro grave, principalmente se tratando da redação do Enem, é que o texto não apresenta por completa uma solução ao problema – uma das prerrogativas da prova.  Apenas esboça uma possível solução ao dizer que algo deve ser feito.

Análise feita pela equipe de redação do cursinho Oficina do Estudante

Continua após a publicidade
Publicidade