logo-ge

Análise de redação: A importância de proteger a Floresta Amazônica

O tema é mais atual do que nunca, considerando o desmatamento e as queimadas desenfreadas da floresta

Com base em uma proposta lançada pelo Guia, os estudantes deveriam escrever uma dissertação sobre o tema “A importância de proteger a Floresta Amazônica”. Leia abaixo uma das redações enviada por um de nossos leitores e veja, em seguida, a análise feita pelos professores da plataforma de correção Imaginie.

The Amazon Wetland in Brazil
Foto: iStock

[3] A Floresta Amazônica é considerada o pulmão do mundo e, também, a maior floresta tropical do planeta. Ela é importante para todos nós seres humanos. É nosso dever cuidar e preservar.

Mas afinal porque devemos [1] preserva-lá? Porque, ao longo dos anos, ela vem sendo desmatada, sofrendo incêndios e alguns animais sendo caçados. Se um dia a Floresta Amazônica for extinta, perderemos inúmeros recursos, como a biodiversidade, pesquisas de medicamentos, fauna e flora, sem contar que os indígenas que moram lá [2] ficaram sem casa e os animais também. E os inúmeros recursos ainda não descobertos. [4]

Há vários países que fazem campanha de conscientização para preservar a Amazônia, mas a grande maioria deles foca em combate ao corte raso. [5] Sendo que essa prática elimina toda a vegetação existente na área. No entanto, os esforços para conservar as espécies tropicais serão inválidos se não controlarem a maior causa da destruição, que é o homem agredindo a natureza.

[6] É preciso usar a Amazônia de forma consciente, ou seja, encontrar a melhor maneira de explora-la garantindo a vida existente ali. Incentivar a sustentabilidade, plantio de árvores, explorar as áreas e os recursos naturais de forma que não prejudique o equilíbrio do meio ambiente e da biosfera.

Análise da proposta:

A proposta de redação pede a produção de um texto dissertativo-argumentativo sobre o tema A importância de proteger a Floresta Amazônica. Esse gênero de texto consiste na defesa de uma ideia por meio de argumentos e explicações e o objetivo central é convencer o leitor de seu ponto de vista.

A estrutura do texto dissertativo-argumentativo deve possuir introdução, desenvolvimento e conclusão. Na introdução o candidato deve contextualizar o tema abordado e já assumir um ponto de vista. No desenvolvimento, apresentar os argumentos. O candidato precisa ficar atento para não copiar os textos motivadores na hora da argumentação, e se utilizar citações, é necessário usar aspas e identificar o autor. Como o objetivo é convencer quem está lendo, espera-se do candidato um bom embasamento e capacidade de persuasão. Além disso, a construção do texto precisa ser coesa e coerente, respeitando uma ordem lógica. Ao concluir, é necessário apresentar uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos e que seja possível de ser realizada.

Fuga ao tema, desrespeito aos direitos humanos e descumprimento do gênero dissertativo-argumentativo podem anular a redação do Enem. Não cometa esse erro!

>> Veja aqui algumas dicas para melhorar sua redação

Análise da redação do aluno:

A redação atende aos padrões de uma redação dissertativa-argumentativa contendo introdução, desenvolvimento e conclusão. Mas é importante que antes de escrever a redação o estudante esquematize as ideias, organizando o que escrever em cada parte do texto, pois em alguns parágrafos as ideias ficaram confusas. Além disso, a proposta de intervenção deve ser mais detalhada possível, informando quem irá fazer, para quem, como será viabilizado e quais os meios para isso. Lembrando que a leitura ajuda muito na argumentação.

Competência I – Demonstrar domínio da norma culta:

[1] O correto é preservá-la e não preserva-lá.

[2] A grafia correta é ficarão, pois a ideia passada é de futuro.

Competência II – Compreender a proposta:

O estudante precisa ter cuidado, pois os parágrafos abordam vários temas de uma vez. É importante organizar as ideias e abordar um tópico de cada vez. É essencial que a união das ideias fique coerente e siga uma ordem lógica.

Competência III – Selecionar, relacionar argumentos:

[3] A tese  do aluno foi exposta e isso garante que o texto tenha um objetivo.

[4] Não ficou claro o que o estudante quis dizer nessa parte. É preciso organizar melhor as ideias de modo que elas não fiquem soltas.

Competência IV – Conhecer os mecanismos linguísticos para a construção da argumentação:

[5] Ao invés do ponto final o estudante deveria ter usado a vírgula para dar continuidade a frase.

Competência V – Elaborar a proposta de solução para o problema:

[6] É necessário detalhar como sua solução pode ser implementada/melhorada, quem será atingido e com que verba isso irá acontecer. E além dos aspectos globais, você também pode dizer como cada indivíduo pode contribuir para a solução apresentada. Quanto mais detalhes, maior a nota.

Nota: 700

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s