Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês
Redação para o Enem e Vestibular Por Blog Dicas de redação, propostas e análises de texto para mandar bem no Enem e nos vestibulares

Veja estratégias para tirar mais de 900 pontos na redação do Enem

Estudantes compartilham suas experiências e mostram caminhos para conquistar notas altas no exame

Por Carolina Vellei Atualizado em 31 jan 2020, 16h08 - Publicado em 1 fev 2018, 12h28
Da esquerda para a direita: Laura Sirino, Raíssa Felipe dos Santos, Letícia Dantas e Laís Fernandes. Arquivo pessoal/Arquivo pessoal

Aqui no blog, costumamos sempre dar dicas de como fazer a redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Já falamos sobre os principais erros que você deve evitar para não prejudicar sua nota, já contamos o que aborrece e o que até irrita os corretores do exame, e até demos o passo a passo de como fazer o texto dissertativo-argumentativo que a banca exige do candidato.

Dessa vez, conversamos com quatro estudantes que conseguiram o feito de tirar mais de 900 pontos na prova (num total de 1000 pontos possíveis) e pedimos para que nos contassem suas estratégias pessoais. Depois do bate-papo, reunimos na lista abaixo as principais dicas que elas nos deram para que você também consiga uma excelente nota!

  • Estudante: Laura Sirino, 17 anos, quer fazer Arquitetura e Urbanismo. Nota no Enem 2017: 940 pontos.

    Dicas:

    1. Faça pelo menos uma redação por semana nos moldes do Enem, intensificando o número de redações quando a prova estiver mais próxima.
    2. Como os temas do Enem geralmente são relacionados à sociedade, é importante ser empático com os problemas apresentados, ou seja, colocar-se no lugar de quem vive a situação apresentada. Laura acredita que isso faz com que o seu ponto de vista seja mais coerente.
    3. Estude outras áreas como ciências e filosofia, identificando as principais ideias dos pensadores. Fazer citações de frases adequadas aos temas demonstra seu conhecimento geral e pode elevar a sua nota.

    Estudante: Raíssa Felipe dos Santos, 17 anos, quer fazer Enfermagem. Nota no Enem 2017: 920 pontos.

    Continua após a publicidade

    Dicas:

    1. É importante entender quais são as competências exigidas pela banca no texto do Enem. Assim você descobre o que mais chama a atenção dos avaliadores.
    2. Antes de começar a redação, faça 3 perguntas para si mesmo: 1. Por que foi escolhido esse tema? 2. Quais as dificuldades relatadas na proposta? 3. Como eu posso resolver o problema sem prejudicar ninguém? Depois, elabore pelo menos três respostas para cada. “Tento ao máximo ser objetiva, porque uma dessas respostas uso como tese na introdução”, diz.
    3. Se você não tem certeza de um dado estatístico, é melhor não colocá-lo. Da mesma forma, se não lembrar de uma citação de algum filósofo, é legal deixar claro no texto que você está parafraseando (escrevendo com as suas palavras aquele pensamento).
    4. Na proposta de intervenção (a resolução do problema que você precisa propor), dê ideias que não prejudiquem ninguém e que sejam específicas. Evite generalizações como, por exemplo, dizer que “o problema pode ser resolvido pelo governo”. Neste caso, indique o órgão que deverá atuar e como ele deverá atuar.

    Estudante: Letícia Dantas, 18 anos, quer fazer Economia. Nota no Enem 2017: 980 pontos.

    Dicas:

    1. Leia as redações nota 1000 que já tenham sido divulgadas e entenda o que a banca do Enem viu de especial naqueles textos.
    2. Faça redações e peça para alguém corrigir. Se possível, faça um cursinho de redação. É importante superar e corrigir os erros identificados.
    3. Faça redações sobre o maior número de temas que puder e aproveite para estudá-los de maneira ampla. Por exemplo, ao estudar exclusão social, acessibilidade e educação, Letícia conseguiu guardar bons argumentos para o tema de sua prova (“Desafios para a formação educacional de surdos no Brasil”), mesmo sem nunca ter estudado especificamente a questão da educação para surdos.
  • Estudante: Laís Fernandes, 17 anos, quer fazer Engenharia Elétrica. Nota no Enem 2017: 920 pontos.

    Dicas:

    1. Além de treinar só a redação, faça simulados de toda a prova do Enem, incluindo as questões objetivas de Ciências Humanas e Linguagens. O tempo controlado vai ajudá-lo a pensar no texto sob a pressão típica do dia da prova.
    2. Para fazer sua redação mais rapidamente, numere seus argumentos a partir das ideias que estiver tendo para o texto. Anote todos os argumentos, citações, referências históricas relacionadas ao tema e depois organize os itens de acordo com a ordem que você pretende usar no texto, como se fosse um quebra-cabeças. Isso o ajudará a otimizar seu tempo.
    3. Para facilitar a memorização de citações, você pode colocar algumas na parede do seu quarto para ficar lendo sempre que passar por lá.
    Continua após a publicidade
    Publicidade