Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Intervenção artística surpreende alunos de Letras da USP

Por Tânia Vinhas Atualizado em 24 fev 2017, 15h36 - Publicado em 17 mar 2015, 20h47

Lousa_armenio (1)
(Foto:
Armênio – USP)

Os alunos de Letras da USP, mais especificamente do Departamento de Letras Orientais da FFLCH (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas), tiveram uma surpresa no dia 11 de março: a lousa de uma das salas amanheceu com um lindo desenho e um poema escrito em armênio!

A página do curso no Facebook compartilhou uma foto da obra de arte e fez o favor de traduzir o seu conteúdo:

A Chuva de Sol

“Um choro jogado do sol
Trazendo sua fria água dourada
De repente chegou resplandescente

Continua após a publicidade

Era perfeito o brilho da chuva
Cantando uma canção muda para mim
Limpou minha cinza em chamas.”

Por dois dias o trabalho foi divulgado e prestigiado por toda a internet, mas o mistério ainda pairava: o autor do poema era completamente desconhecido. Quem desvendou toda a história foi a professora Lusine Yeghiazaryan, que ficou impressionada com a beleza e a estética do texto e não sossegou até descobrir o poeta. Perguntou a conhecidos armênios, pesquisou em livros da biblioteca e nada – até que, na sexta-feira, resolveu fazer uma busca no Google.

O resultado apontou para um aluno do curso, Alexandre Hamada Possi. Quando a professora entrou em contato, ele assumiu a autoria da arte, bastante sem jeito com a inesperada repercussão do post no Facebook. O rapaz de 27 anos contou que gosta de desenhar nas lousas durante o tempo livre que tem na faculdade e que, desta vez, escreveu o seu poema. “É um poema que eu fiz já faz algum tempo, para memorizar os tempos verbais do armênio. Para exercitar mesmo”, disse, muito modesto.

Quem dera se todas as intervenções artísticas fossem assim tão belas!

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade