Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Atualidades no Vestibular Por Blog Acompanhar as notícias - e compreendê-las - é fundamental para quem vai prestar o vestibular. Veja aqui resumos semanais e análises dos acontecimentos mais importantes da semana.

Grafite: a arte urbana como expressão política

Decisão do prefeito de São Paulo, João Dória, de apagar um mural com diversos grafites lança um novo debate sobre a arte urbana

Por Fabio Sasaki 27 jan 2017, 13h05

A decisão do prefeito de São Paulo, João Dória, de pintar de cinza um grande mural com diversos grafites na Avenida 23 de Maio vem causando grande polêmica. Manifestação artística contemporânea e essencialmente urbana, o grafite ganhou as ruas das principais metrópoles mundiais. Em muitos casos, o conjunto de pinturas formam verdadeiras galerias a céu aberto. Ao lado de cidades como Nova York e Berlim, São Paulo é considerada uma das capitais mundiais do grafite.

Além de quebrar a monotonia cinza dos centros urbanos, com suas cores vibrantes, o grafite também se consolidou como uma forma direta de expressão política. Muitos painéis chamam a atenção para problemas contemporâneos de forma bela, ousada e criativa. Por se tratar de um tipo de comunicação que trabalha com símbolos e metáforas, os grafites também costumam ser abordados em questões de vestibulares, em especial na prova de Linguagens e Códigos do Enem.

Veja na galeria abaixo cinco exemplos de grafites que trazem interessantes mensagens políticas:

Continua após a publicidade
Publicidade