logo-ge
26m12s
play_circle_outline

Violência no Brasil

Sobre a aula

Uma série de rebeliões em presídios chocaram o Brasil no início deste ano, deixando dezenas de detentos mortos em vários estados das regiões Norte e Nordeste do país. Episódios como esses são apenas mais um sintoma de uma sociedade doente, que convive há décadas com alarmantes índices de violência.

Professores

Apoio:
logo-poliedro
    • Daniel Leite

      5.1 Atualidades

      Formado em História pela USP, é professor do Poliedro desde 2004. Em 2006 passou a trabalhar com as aulas de Atualidades nas unidades de São Paulo e São José dos Campos (SP).

  • Comentários
    Deixe um comentário

    Olá,

    * A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

    Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

    Logotipo do WordPress.com

    Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

    Foto do Google

    Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

    Imagem do Twitter

    Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

    Foto do Facebook

    Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

    Conectando a %s

    1. Isabelle Nobre

      Excelente!! Adorei o professor, calmo, direto e argumentativo. Os dados realmente são alarmantes e assustadores para quem vive em um mundo fechado e unilateral, as pessoas precisam ver e enxergar as demais classes, isso é empatia e nunca é demais. Quando isso ocorrer teremos menos alienação e mais críticos filosóficos na nossa sociedade, e assim haverá um progresso social.

      Curtir

    2. RAQUEL OLIVEIRA DIAS

      Parabéns Daniel pela sua explanação sobre assunto. O que me deixa mais indignada com essa violência é dentro das famílias. Percebo “os pais” demonstrarem para os filhos o negativismo de outras religiões, tirando a religião que eles seguem, a homofobia, o racismo. E aí os filhos crescem ou vão para a sociedade , talvez fazer justiça pelas próprias mãos. Vejamos aí na política , esses que estão no poder foram filhos dos que já assumiram algum dia o país e vejam quantos trazem no sangue a intolerância religiosa, do racismo, o machismo etc. Se eles estão no poder, porque temos um povo que traz e concorda com esses comportamentos e a pesquisa mostrou isso. Enfim, temos uma sociedade doente.

      Curtir