logo-ge

Glossário: Os principais conceitos da Química

Conceitos básicos

Os principais termos que você precisa saber para estudar química

A

ANEL BENZÊNICO Na química orgânica, cadeia fechada de seis átomos de carbono unidos por ligações simples e duplas, intercaladas.

ANFÓTERA É a substância que pode assumir caráter ácido ou básico, dependendo da substância com que interage.

ANODO Polo negativo de uma pilha, aquele no qual ocorre a oxidação.

ÂNION Íon com mais elétrons do que prótons e, portanto, de carga elétrica negativa (recebe elétrons).

B

BALANCEAR UMA EQUAÇÃO Significa encontrar a proporção, em mol, entre a quantidade de reagentes e a de produtos.

C

CAMADA ELETRÔNICA OU NÍVEL DE ENERGIA É a localização do elétron ao redor do núcleo do átomo. Cada camada é dividida em vários subníveis.A camada mais externa que contém elétrons é chamada camada de valência.

CADEIA SATURADA Na química orgânica, sequência de átomos de carbonos unidos por ligações simples, apenas. Em oposição, insaturada é a cadeia em que os carbonos se unem por ligações duplas ou triplas.

CATALISADOR Substância que, adicionada a uma reação, aumenta sua velocidade sem participar diretamente dela, ou seja, sem ser consumida.

CÁTION Íon com mais prótons do que elétrons e, portanto, de carga elétrica positiva (é aquele que doa elétrons).

CATODO Polo positivo de uma pilha, aquele em que ocorre a redução de uma espécie química.

COMBUSTÃO Reação de uma substância com oxigênio do ar que libera energia. Entre os compostos orgânicos, a combustão é completa quando existe oxigênio suficiente para formar produtos como CO2 e água. E incompleta quando há pouco oxigênio, e o produto é CO e fuligem.

COMPLEXO ATIVADO Numa reação química, estado de transição (de maior energia) entre os reagentes e os produtos.

COEFICIENTE Numa equação química, indica a quantidade de determinado composto molecular
ou composto iônico. Em 3 H2O, o coeficiente é o número 3 e indica três moléculas de água.

COMPOSTO INORGÂNICO É aquele que se enquadra nas funções inorgânicas: ácidos, bases, sais ou óxidos.

COMPOSTO ORGÂNICO Aquele que contém átomos de carbono (C).

CONCENTRAÇÃO É a quantidade de soluto em determinada quantidade de solução, dada em
partes por milhão (ppm), em termos de volume, massa ou mol (C = msoluto /Vsolução ou [ ] = nsoluto/Vsolução).

CONFIGURAÇÃO ELETRÔNICA É a distribuição dos elétrons pelos níveis e subníveis de energia.

CONSTANTE DE AVOGADRO É a quantidade de átomos, moléculas ou íons que existe em 1 mol de determinada substância ou amostra.Vale, aproximadamente, 6 . 1023. Essa constante também é chamada número de Avogadro.

D

DENSIDADE É a relação entre a massa de uma solução qualquer e seu volume (dsolução = msolução/Vsolução).

DISSOCIAÇÃO IÔNICA É o processo pelo qual os cátions se separam dos ânions num composto iônico.

E

ELEMENTO QUÍMICO Conjunto de átomos que contêm o mesmo número de prótons no núcleo, o que lhes confere as mesmas propriedades químicas e físicas.

ELEMENTOS REPRESENTATIVOS São aqueles que têm o último elétron num subnível s ou p.

ELEMENTOS DA TRANSIÇÃO São aqueles cujo último subnível preenchido é d ou f.

ELETRÓLISE Reação química gerada pela passagem de uma corrente elétrica.

ELETRÓLITO Composto que, dissolvido em água, é bom condutor elétrico.

ENERGIA DE ATIVAÇÃO (Ea) Energia mínima necessária para que uma reação se inicie.

ENTALPIA (H) Total de energia contida nos reagentes e nos produtos de uma reação. A variação de entalpia mede a variação de energia ao final da reação (ΔH = Hprodutos – Hreagentes). Entalpia-padrão é a entalpia numa reação realizada em condições-padrão – a 25 °C e 1 atm.

EQUILÍBRIO QUÍMICO OU DINÂMICO Numa reação reversível, é a situação em que as reações direta e inversa ocorrem simultaneamente e à mesma velocidade. No caso de reações que envolvem íons, esse equilíbrio é chamado equilíbrio iônico.

ESPÉCIES QUÍMICAS Nome genérico que se dá às partículas fundamentais da química: átomos, íons ou moléculas.

ESTADO FUNDAMENTAL Estado de um átomo em que os elétrons não são excitados por nenhuma forma de energia, como luz ou calor.

F

FAMÍLIAS São as colunas verticais da tabela periódica, também chamadas grupos.

G

GASES NOBRES OU RAROS Elementos estáveis, cujos átomos não precisam se agrupar em moléculas ou compostos iônicos.

GRAU DE PUREZA OU TEOR É, numa mistura, a porcentagem de determinada substância que participa de uma reação.

GRUPO FUNCIONAL Átomo, ou conjunto de átomos, ligado a uma cadeia de carbonos, que define certas propriedades.

H

HIDRÓLISE Reação em que os compostos são desdobrados quando interagem com a água.

I

ÍNDICE OU ATOMICIDADE Indica o número de átomos de determinado elemento, numa substância ou num composto. Em H2O, a atomicidade do hidrogênio é 2, e a do oxigênio, 1.

IONIZAÇÃO Formação de cátions e ânions, a partir de uma molécula.

ÍONS Espécies que ganham ou perdem elétrons numa ligação química.

ISÓBAROS Átomos de elementos químicos diferentes que têm o mesmo número de massa (A).

ISOELETRÔNICOS Espécies químicas que têm o mesmo número de elétrons.

ISOMERIA Acontece quando dois ou mais compostos têm a mesma fórmula molecular mas diferentes fórmulas estruturais. Isômeros têm os mesmos elementos, na mesma quantidade, mas propriedades diferentes.

ISÓTONOS Átomos de elementos químicos distintos que têm diferentes números de massa (A), diversos números atômicos (Z), mas o mesmo número de nêutrons (n).

M

MASSA ATÔMICA (MA) Massa de um átomo (medida em unidades de massa, u).

MASSA MOLAR (M) É a massa de um mol de átomos, moléculas ou íons, em gramas (g).

MEIA-VIDA Também chamada período de semidesintegração, é o tempo necessário para que se desintegre metade dos átomos existentes em qualquer quantidade de um radioisótopo.

MOLÉCULA Estrutura formada por átomos que compartilham elétrons (unidos por ligações covalentes normais ou dativas).

MOL Grandeza que indica a quantidade de matéria. É o número de átomos, moléculas ou íons numa amostra (1 mol = 6 . 1023 átomos, moléculas ou íons).

N

NÚMERO ATÔMICO Número de prótons no núcleo de um átomo (símbolo: Z).

NÚMERO DE MASSA Soma de prótons e nêutrons no núcleo de um átomo (símbolo: A).

O

OXIRREDUÇÃO Reação química em que ocorre transferência de elétrons entre as substâncias.

P

PERÍODOS Linhas horizontais da tabela periódica.

pH (POTENCIAL HIDROGENIÔNICO) É a medida da acidez ou basicidade de uma solução,
baseada na concentração de íons H+. Quanto mais alto o pH de uma substância, menor seu pOH (potencial hidroxiliônico, que mede a concentração de íons OH).

POLARIDADE Propriedade de uma molécula que apresenta um polo positivo e outro negativo. A polaridade de uma molécula depende da forma como os elétrons se distribuem ao redor do núcleo, nos átomos que a compõem.

POLÍMERO Macromolécula formada por reações em que uma pequena parte (o monômero) se repete centenas ou milhares de vezes.

POTENCIAL DE IONIZAÇÃO Energia necessária para retirar um elétron de um átomo no estado gasoso e, assim, formar um cátion.

POTENCIAL-PADRÃO DE REDUÇÃO E DE OXIDAÇÃO (E0red ou E0ox) Medida, em volts (V), da tendência que determinado material tem de sofrer oxidação ou redução – ou seja, de doar ou de receber elétrons.

PROPRIEDADES APERIÓDICAS São aquelas que dependem do número atômico, mas não se repetem periodicamente na tabela.

PROPRIEDADES PERIÓDICAS São aquelas cujos valores variam em função do número atômico do elemento químico e se repetem com regularidade na tabela periódica.

Q

QUANTIDADE DE MATÉRIA (n) É a quantidade de mol numa amostra, dada pela proporção entre a massa da amostra (m, em gramas) e a massa molar das substâncias que a compõem (M, em gramas/mol): n = m / M.

R

RADIATIVIDADE Fenômeno pelo qual o núcleo atômico de um elemento emite radiação, de modo a adquirir estabilidade.

REAÇÃO GLOBAL Equação química que representa a reação total, sem indicação das etapas intermediárias.

REAÇÃO QUÍMICA Combinação de substâncias ou compostos que resulta em outras substâncias mais
simples ou mais complexas.

REAÇÃO REVERSÍVEL É aquela em que os reagentes se transformam em produtos e os produtos voltam a reagir, formando novamente os reagentes.

RENDIMENTO É a proporção entre a quantidade de produto que poderia se formar, teo ricamente, numa reação, e aquela que efetivamente se forma, em porcentagem.

RETÍCULO CRISTALINO Aglomerado de íons. É a estrutura de uma substância iônica ou um composto iônico.

S

SISTEMA Qualquer porção de matéria separada para estudo e análise.

SOLUBILIDADE Capacidade de uma substância de se dissolver em outra substância.

SOLUÇÕES São sistemas homogêneos (ou misturas homogêneas), ou seja, que apresentam aspecto uniforme. Toda solução contém um solvente (substância que dissolve) e um soluto (substância dissolvida).

V

VOLUME MOLAR Volume ocupado por 1 mol de uma substância no estado gasoso, dado em litros (L). Em CNTP (0 °C, 1 atm), 1 mol de qualquer gás ocupa 22,4 L.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Últimas aulas

Apoio: