Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Inglês: Interpretação – Roads of redemption

Cities are about to grow, but they need planning to be livable

 

Screenshot_12
Fonte: leemaGe
URBANISATION is inevitable in the developing world, but most governments are ignoring the problems arising form the situation

 

Between now and 2050 the number of people living in cities will grow from 3.9 billion to 6.3 billion. The proportion of urban dwellers will swell from 54% to 67% of the world’s population, according to the UN. In other words, for the next 36 years the world’s cities will expand by the equivalent of six São Paulos every year. This growth will largely occur in developing countries. But most governments there are ignoring the problem, says William Cobbett of the Cities Alliance, an NGO that supports initiatives such as the one launched by New York University to help cities make long-term preparations for their growth. “Whether we want it or not, urbanisation is inevitable,” say specialists. “The real question is: how can we improve its quality?”

The Economist, June 21st 2014. Adaptado.

 

EXERCÍCIOS – FUVEST 2015 (adaptado)

1. Segundo William Cobbett,

a) várias ONGs estão trabalhando para minimizar os problemas enfrentados nas cidades.

b) as maiores migrações para as cidades tiveram início há 36 anos.

c) a maioria dos governantes de países em desenvolvimento não está dando atenção à explosão demográfica nas cidades.

d) uma cidade como São Paulo será pequena se comparada a outras no ano de 2050.

e) os países em desenvolvimento estão lidando melhor com a questão do êxodo rural do que os países desenvolvidos.

 

2. De acordo com o texto,

a) a população rural crescerá na mesma proporção que a população urbana nos próximos 20 anos.

b) a população, nas cidades, chegará a mais de 6 bilhões de pessoas até 2050.

c) a expansão de cidades como São Paulo é um exemplo do crescimento global.

d) a cidade de São Paulo cresceu seis vezes mais, na última década, do que o previsto por especialistas.

e) o crescimento maior da população em centros urbanos ocorrerá em países desenvolvidos.

 

RESPOSTAS
1. Para responder a esta questão, o estudante tem que estar atento ao signifcado de algumas palavras-chave. Comecemos eliminando as alternativas erradas. Na alternativa (a) se afrma que ONGs estão trabalhando para minimizar os problemas, mas o texto menciona apenas uma ONG: “an NGO that supports initiatives such as the one launched” (uma ONG que apoia inciativas tais como essa lançada). Na alternativa (b), tem-se outra contradição: “for the next 36 years the world’s cities will expand by the equivalent of six São Paulos every year” (pelos próximos 36 anos, as cidades do mundo expandirão ao equivalente a seis São Paulos a cada ano); a alternativa afrma que as migrações tiveram início há 36 anos. A alternativa (d) extrapola o texto. Traz informações que não estão nele. A única menção à cidade de São Paulo é uma equivalência. A alternativa (e) também contradiz o texto. “This growth will largely occur in developing countries” (Esse crescimento ocorrerá amplamente nos países em desenvolvimento. Mas a maioria dos governos está ignorando o problema). Isto é, os governos estão ignorando o problema. Por isso mesmo, a alternativa (c) está correta. Resposta: c

2. A alternativa (a) está incorreta, pois não se tem a comparação do crescimento da população rural com a urbana. Já a alternativa (b) se apoia no trecho “Between now and 2050 the number of people living in cities will grow from 3.9 billion to 6.3 billion” (entre hoje e 2050 o número de pessoas que vivem nas cidades crescerá de 3,9 bilhões para 6,3 bilhões). A (c) estão equivocada, pois São Paulo não é exemplo de crescimento no texto. A alternativa (d) contraria o texto, pois são as cidades que expandirão seis São Paulo e não São Paulo que vai crescer seis vezes. A alternativa (e) fala em países desenvolvidos, enquanto o texto menciona países em desenvolvimento. Resposta: b