logo-ge

Inglês: Dicas de conteúdo – Pronomes relativos

Conheça os diferentes pronomes relativos usados para relacionar frases

Em inglês, as orações adjetivas (relative clauses) são introduzidas pelos pronomes relativos who, which, whose. Os pronomes relativos substituem um elemento anteriormente mencionado, estabelecendo a relação entre duas orações por meio dessa substituição/referência. Usamos who para pessoas, which para coisas e animais e whose para indicar a relação de posse. Veja alguns exemplos:

» And it’s not just scientists who are taking notice.
(E não são apenas os cientistas que estão percebendo.)

» We are going to talk about the subject which worries us most: global warming.
(Vamos falar sobre o assunto que mais nos preocupa: o aquecimento global.)

» James Lovelock, whose last book talks about the greenhouse effect, is a well-known scientist.
(James Lovelock, cujo último livro fala do efeito estufa, é um cientista bem conhecido.)

 

É possível substituir os pronomes who e which por that, quando se trata de orações adjetivas restritivas (ou seja, aquelas que caracterizam um elemento da oração principal de forma a restringir e/ou especificar sua identidade). Nesses casos, essa oração não vem entre vírgulas. Já no caso de orações adjetivas explicativas (aquelas inseridas entre vírgulas), não podemos usar that. Observe os exemplos:

» He is the man who/that gave me the ticket for the bus.
(Ele é o homem que me deu o bilhete para o ônibus.)

» Shakespeare, who wrote Hamlet and Romeo and Juliet, is the most important English literature writer of all times.
(Shakespeare, que escreveu Hamlet e Romeu e Julieta, é o mais importante escritor da literatura britânica de todos os tempos.)

Usa-se that (e não what) após something, anything, nothing e everything. Exemplos:

» The Simpsons collected everything that they needed to take to the trip before leaving home.
(Os Simpsons juntaram tudo que precisavam levar para a viagem antes de deixar a casa.)

 

Às vezes, é possível omitir o pronome relativo nas orações subordinadas adjetivas. Isso acontece quando o pronome não é o sujeito do verbo da oração subordinada. Observe a diferença nestes dois exemplos:

» Cristina is a journalist. She works at home.
» Cristina is a journalist who works at home.
(Cristina é uma jornalista que trabalha em casa.)

Nesse caso, who é sujeito da oração subordinada e não pode ser omitido.

» Cristina is a journalist. I met her two months ago.
» Cristina is a journalist (who) I met two months ago.
(Cristina é uma jornalista que encontrei dois meses atrás.)

Aqui, who não é sujeito da oração, mas o complemento do verbo met (passado de meet) e pode ser omitido. Na função de complemento do verbo é possível usar o pronome relativo whom (mais formal) em vez de who. Observe:

» This is the man whom I talked to last night.
(Este é o homem com quem conversei na noite passada.)

 

Screenshot_43

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá,

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s