Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês

Progressões: O planeta em seu limite

O crescimento populacional e a alta taxa de urbanização desafiam a capacidade da Terra de repor os recursos naturais

O mundo abriga 7,2 bilhões de pessoas. Até 2030, serão 8,4 bilhões. Mais de 50% já vivem em cidades e, em 2050, essa proporção deve chegar a 66%. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), associados, os dois fenômenos demográficos – crescimento populacional e urbanização – representam séria ameaça à sobrevivência da própria humanidade. A exploração cada vez maior do meio ambiente coloca em risco a capacidade do planeta de repor recursos naturais, como água e solos férteis.

Segundo o Boletim sobre a Urbanização Mundial, a área ocupada pelas cidades cresce em ritmo duas vezes mais rápido que sua população. Em 2030 as cidades deverão cobrir uma área três vezes maior que a ocupada em 2000. O avanço se dá sobre terras férteis, importantes para a agricultura, e promove o desmatamento. Moradias construídas em áreas de manancial comprometem a qualidade da água e destroem hábitats fundamentais para o equilíbrio ecológico.

A falta de planejamento e a má gestão da expansão urbana aumentam a taxa de emissão de carbono, responsável pelo aquecimento global. As cidades atuais consomem dois terços da energia gerada no mundo e liberam mais de 70% das emissões de gases do efeito estufa. A população urbana também consome mais, e para satisfazer
O esse ávido mercado consumidor, adotam-se sistemas de produção insustentáveis. Atividade sustentável é aquela que explora recursos naturais com economia, minimizando a poluição e preservando ecossistemas. A sustentabilidade é importante não apenas para a população atual, mas também para as gerações futuras.

A análise da ONU lembra o raciocínio do demógrafo e economista inglês Thomas Malthus, que, no século XIX, previu que os recursos do planeta não seriam suficientes para acompanhar o crescimento populacional. Para Malthus, em apenas 100 anos, os ingleses ficariam sem alimentos.  O demógrafo errou porque não previu os avanços tecnológicos que aumentaram a produtividade do campo. Mas tudo indica que sua ideia é válida no que se refere aos recursos naturais.

Na base do pensamento de Malthus estão os conceitos de progressão aritmética (PA) e progressão geométrica (PG) – temas deste capítulo. Nas próximas páginas você vê como uma sequência de valores pode crescer em escala linear ou exponencial.

Screenshot_32

ALTA DENSIDADE A grande concentração populacional em cidades como Xangai, na China, provoca a exploração exagerada de recursos naturais

 

Progressões: O planeta em seu limite
Estudo
Progressões: O planeta em seu limite
O crescimento populacional e a alta taxa de urbanização desafiam a capacidade da Terra de repor os recursos naturais O mundo abriga 7,2 bilhões de pessoas. Até 2030, serão 8,4 bilhões. Mais de 50% já vivem em cidades e, em 2050, essa proporção deve chegar a 66%. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), associados, […]

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.