Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

5 livros que abordam temas sociais relevantes para ler nas férias

São leituras contemporâneas que apresentam diferentes aspectos da sociedade, capazes de entreter e fazer pensar

Por Luccas Diaz Atualizado em 7 jul 2022, 11h51 - Publicado em 4 jul 2022, 21h17

As férias pode ser um ótimo período para botar as leituras em dia. Com o tempo extra e a cabeça descansada, ler livros que tratam de temas pertinentes é uma boa maneira de conciliar descanso e estudo. Aposto que você já ouviu do seu professor que uma das principais dicas para se dar bem no vestibular é construir um repertório cultural, certo? Os livros são os seus melhores amigos neste sentido.

O GUIA DO ESTUDANTE fez uma lista com 5 livros contemporâneos que abordam temas relevantes para as discussões de atualidades. São leituras que apresentam diferentes aspectos da sociedade e que vão ao mesmo tempo te entreter e fazer pensar.

Mas atenção: caso você esteja planejando desligar um pouco dos estudos, listamos também outras 5 indicações para dar aquela relaxada, com leituras leves, divertidas e descompromissadas. Esta lista você pode conferir clicando aqui.

Olhos D’Água – Conceição Evaristo

Capa do livro 'Olhos D'Água' de Conceição Evaristo
Pallas Editora/Divulgação

Em ‘Olhos D’Água‘, Conceição Evaristo narra as histórias de seis mulheres unidas por uma dor comum: o racismo. Ana Davenga, Duzu-Querença, Natalina, Luamanda, Cida e Zaíta têm idades e trajetórias diferentes, mas são exemplos de mulheres negras brasileiras que precisam lutar contra a pobreza e a violência urbana. Entre os contos que compõem a obra, estão presentes temas que evocam os vínculos e os dilemas sociais, de gênero e existenciais da condição humana.

O apocalipse dos trabalhadores – Valter Hugo Mãe 

Capa do livro 'O apocalipse dos trabalhadores' de Valter Hugo Mãe
Biblioteca Azul/Divulgação

Uma história sobre a busca pelo sentido da vida de duas mulheres que se deparam todos os dias com o preconceito de gênero e classe. ‘O apocalipse dos trabalhadores‘, do autor português Valter Hugo Mãe, acompanha a trajetória de Maria das Graças e Quitéria, empregadas domésticas que compartilham além da profissão, uma vida monótona, invisibilizada e repleta de desilusões e relacionamentos conturbados. Os homens de suas vidas só as usam em busca de interesses próprios. A história ganha novos contornos com a chegada de Andriy, um refugiado da Ucrânia que se muda para Portugal ao fugir da crise no Leste Europeu.

A mulher de pés descalços – Scholastique Mukasonga

Capa do livro 'A mulher de pés descalços' de Scholastique Mukasonga
Editora Nós/Divulgação
Continua após a publicidade

Nascida na Ruanda e residente da França, Scholastique Mukasonga tece em ‘A mulher de pés descalços‘ um relato que transita entre o autobiográfico e o ficcional. Durante as páginas deste romance, a autora apresenta um mergulho à cultura ruandesa, passando, sobretudo, por aspectos que marcaram a sua infância no país, como os rituais de beleza, as festas típicas e as brincadeiras. Os relatos são intercalados com a história sangrenta da guerra civil entre as etnias Tutsi e Hutu, que entre 1990 e 1994 causou o genocídio de 800 mil tutsis. O livro foi citado em uma questão da Fuvest 2022 que cobrava do candidato conhecimento sobre a guerra civil.

A gorda – Isabela Figueiredo

Capa do livro 'A gorda' de Isabela Figueiredo
Todavia/Divulgação

Em ‘A gorda‘, a protagonista Maria Luísa é uma moça inteligente, boa aluna, voluntariosa e gorda. E esta última característica a faz colocar em xeque sua autoconfiança, suas relações amorosas e até mesmo sua postura perante à vida. Neste romance, a autora portuguesa Isabela Figueiredo cria uma uma poderosa sátira a respeito da auto-imagem e do preconceito. Com uma linguagem afiadamente cômica, cada capítulo se passa em um cômodo da casa onde cresceu com os seus pais, e, em cada um, a personagem vai relembrando memórias vividas ou atreladas a estes ambientes.

O amor dos homens avulsos – Victor Heringer

Capa do livro 'O amor dos homens avulsos' de Victor Heringer
Companhia das Letras/Divulgação

Nesta obra, a importância dos laços afetivos desenvolvidos na infância é posta em questionamento. O protagonista ‘O amor dos homens avulsos‘, Camilo, é um jovem quieto e observador, características o fazem ter uma vida de tédio e sem muitos amigos. A situação muda quando, na adolescência, Cosme, um jovem apadrinhado de seu pai, passa a viver junto com a família. É Cosme quem desafia Camilo a sair de sua zona de conforto e viver novas experiências. A amizade entre os dois logo evolui para um amor – o primeiro amor – e este sentimento faz os dois repensarem questões de autoaceitação, afeto e insegurança. A narrativa de Victor Heringer se passa no Rio de Janeiro dos anos 70, e coloca amor e ódio como sentimentos vizinhos.

Quer mais indicações?

Entre os dias 2 e 10 de julho, acontece a Bienal Internacional do Livro de São Paulo. O GUIA DO ESTUDANTE esteve por lá e perguntou para os leitores quais livros eles haviam comprado até aquele momento. Já prepara o print e salva as dicas!

Ver essa foto no Instagram

Uma publicação compartilhada por Luccas Diaz (@luccasrdiaz)

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país. 

Continua após a publicidade

Publicidade