Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Museu da Língua Portuguesa lança programação especial de férias

Entre os eventos, estão atividades que fazem parte da comemoração do centenário de José Saramago

Por Luccas Diaz 4 jul 2022, 10h34

O Museu da Língua Portuguesa, localizado no centro de São Paulo, prepara uma intensa programação para o mês de julho. Simultaneamente à exposição principal, o museu promove a quinta edição do sarau Língua Afiada, apresentações musicais no Plataforma Conexões, visitas mediadas pelo Núcleo Educativo, além de uma série de atividades destinadas ao público infantil.

Quem for na 26º Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que acontece dos dias 2 a 10 de julho, poderá conferir ainda duas mesas de debate com curadoria do museu.

Como o GUIA DO ESTUDANTE sempre aconselha, visitar museus e institutos culturais é uma rica oportunidade para construir repertório e ao mesmo tempo se divertir. E se depender do Museu da Língua Portuguesa, ninguém vai ficar entediado nessas férias!

Confira abaixo a programação de férias detalhada.

Instalação O Conto da Ilha Desconhecida

A instalação O Conto da Ilha Desconhecida é livremente inspirada no livro de mesmo nome de José Saramago. A barca inflável de sete metros de comprimento ocupa o Saguão B do museu até o dia 24 de julho como parte das homenagens ao centenário do escritor. O projeto tem como foco crianças e jovens, que, muitas vezes, não são considerados leitores da obra de Saramago. Ele é o autor de clássicos como A Caverna e O Evangelho Segundo Jesus Cristo.

A ideia da instalação é proporcionar uma experiência cenográfica imersiva, que poderá ser usufruída de forma lúdica pelo público, principalmente as crianças. Dentro da barca, há uma série de bonecos feitos nos mais diferentes materiais – o público pode entrar nela e, claro, fotografar. Todo o ambiente do Saguão B foi construído e desenvolvido pela companhia teatral Pia Fraus, que tem uma trajetória reconhecida de performances para o público infantil.

Horários: até 24/07, de terça a domingo, das 9h às 18h

Estação Férias – Lugares para Mirar

O livro O Conto da Ilha Desconhecida e a instalação de mesmo nome, em cartaz no Saguão B do Museu da Língua Portuguesa, servem de inspiração para o projeto Estação Férias – Lugares para Mirar, que promoverá uma série de oficinas e ativações socioeducativas ao longo do mês de julho. Atividades de escrita, leitura em voz alta, construção de novas narrativas e entendimento de significados diferentes para uma mesma palavra serão oferecidas a quem passar pelo saguão B do Museu da Língua Portuguesa

Horários: até 24/07, de terça a domingo, das 10h às 17h

Oficina Página, Paisagem

Pensado para visitantes acima de 12 anos, os participantes serão convidados a criar livros com diferentes materialidades e narrar as paisagens criadas em cada página. Com Camila Feltre.

Horário: 2/07, às 14h

Oficina Lugares de mirar

Especialmente para crianças até 4 anos de idade, os participantes serão convidados a construir binóculos para mirar novas paisagens poéticas a partir da escuta de trechos de O Conto da Ilha Desconhecida. Com Mariana Galender.

Horário: 9/07, às 14h

Oficina Sonho e imaginação

Os participantes serão convidados a contar e a escrever os seus sonhos e, então, a construir instrumentos para materializar e dar visibilidade a eles. Com Rochele Beatriz.

Horário: 16/07, às 14h

Oficina Objetos poéticos para o cotidiano

Os participantes serão convidados a criar objetos poéticos para fazer viagens pelo cotidiano com inspiração em O Conto da Ilha Desconhecida. Com Fernanda Carnevalli.

Continua após a publicidade

Horário: 23/07, às 14h

Estação Famílias especial: Contos sobre ilhas desconhecidas – Narração de histórias

Contadores de histórias vão partilhar contos que abordam temas como sonho, distopia, devaneio e imaginação. Com Leticia Liesenfeld e Mafuane Oliveira.

Horário: aos domingos, das 10h30 às 12h

Museu da Língua Portuguesa na Bienal Internacional do Livro de São Paulo

Em parceria com o Instituto Camões, o Museu da Língua Portuguesa promove duas mesas de debate durante a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que, na edição de 2022, tem Portugal como o país convidado de honra.

Mesa “O povo é o inventa-línguas”
Com o escritor Luís Cardoso (Timor Leste) e a mestre em geografia e doutoranda em estudos linguísticos Márcia Kambeba (Brasil). Mediação de Marina Toledo, coordenadora do Núcleo Educativo do Museu da Língua Portuguesa.
Data: 6/07, às 15h
Local: no Pavilhão de Portugal na Bienal Internacional do Livro de São Paulo
Ingresso: R$30, na bilheteria da Bienal.

Mesa “Língua e Canção”
Com o músico e escritor Kalaf Epalanga (Angola) e o historiador e compositor Cacá Machado (Brasil). Mediação de Isa Grinspum Ferraz, curadora especial do Museu da Língua Portuguesa.
Data: 9/07, às 18h
Local: no Auditório do Museu da Língua Portuguesa
Ingresso: Grátis (esta mesa também será transmitida virtualmente pelas redes sociais do Museu)

Plataforma Conexões – Travessias Sonoras

Travessias Sonoras é o título do trabalho que ocupará o Saguão Central da CPTM, no dia 13 de julho, dentro da programação do Plataforma Conexões, do Museu da Língua Portuguesa. Trata-se de um projeto que propõe um diálogo dos sons da cidade de São Paulo por meio de peças clássicas de compositores e compositoras que nasceram no país. Além disso, serão lidos textos de escritores de diferentes períodos históricos da literatura brasileira.

Horário: 13/07, das 14h às 15h
Local: saguão B do Museu da Língua Portuguesa

Encontros do Núcleo Educativo com a obra de José Saramago

O Núcleo Educativo prepara encontros dedicados à obra de José Saramago na instalação O Conto da Ilha Desconhecida, que ocupa o Saguão B do museu. O objetivo é aproximar a obra do escritor português do público infantojuvenil.

Encontro Poesia Inesperada
Quem passar pelo Saguão B é convidado a criar uma poesia a partir de frases e palavras retiradas de livros infantojuvenis de José Saramago
Horário: 13/07, das 11h30 às 12h30
Local: saguão B do Museu da Língua Portuguesa

Encontro Uma Luz Inesperada
O Núcleo Educativo propõe uma contação de história baseada no livro Uma Luz Inesperada, de José Saramago
Horário: 27/07, das 11h30 às 12h30
Local: saguão B do Museu da Língua Portuguesa

5º Sarau Língua Afiada

O ativista cultural e escritor Sérgio Vaz comanda a quinta edição do Sarau Língua Afiada. Desta vez, os convidados serão o Sarau da Cooperifa e o DJ Zeca. Além disso, o microfone vai estar aberto para quem quiser declamar a poesia. A atividade é promovida pelo Núcleo de Exposições e Programação Cultural do Museu.

Horário: 23/07, das 12h às 14h
Local: saguão central da CPTM

Na Ponta da Língua

Educadores do Museu da Língua Portuguesa invadem o Saguão Central da CPTM e propõem jogos e desafios relacionados à língua portuguesa a quem passa pelo local.

Horário: 29/07, das 12h às 13h
Local: saguão central da CPTM

Visitas mediadas pelo Núcleo Educativo

O Núcleo Educativo do Museu promove visitas mediadas pelo prédio da Estação da Luz, aos sábados e domingos, às 11h e às 15h, e também pela exposição principal, aos sábados e domingos, às 10h e às 13h. Não é necessário agendamento prévio, os grupos são formados por ordem de chegada no térreo do Museu, perto da bilheteria. Grátis aos sábados; aos domingos, valor do ingresso do Museu.

Visita mediada pelo prédio da Estação da Luz

  • Horário: aos sábados e domingos, às 11h e às 15h
  • Local: ao lado da bilheteria do museu

Visita mediada pela exposição principal

  • Horário: aos sábados e domingos, às 10h e às 13h
  • Local: ao lado da bilheteria do museu

Exposição principal

A exposição principal do Museu da Língua Portuguesa reúne experiências que ajudam a mostrar a diversidade da língua portuguesa falada no Brasil e em outras partes do mundo, por meio de textos informativos, interatividade e recursos audiovisuais. No Línguas do Mundo, por exemplo, 23 das 7.000 línguas diferentes existentes, do português ao grego, do yanomami ao farsi, são ouvidas em mastros espalhados pelo espaço. Já no Nós na Língua, ganha destaque o português falado em países como Angola, Moçambique e Guiné-Bissau. Outras experiências da exposição principal são: Rua da Língua, Palavras Cruzadas, Falares, Praça da Língua, Beco das Palavras, Línguas do Cotidiano, Laços de Família e Português do Brasil.

Horários: de terça a domingo, das 9h às 16h30 (permanência até 18h)
Ingresso: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia); grátis para crianças até 7 anos; e grátis aos sábados
Local: acesso pelo Portão A (em frente à Pinacoteca)
Ingressos: na bilheteria e pela internet

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país. 

Continua após a publicidade

Publicidade