Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

100 perguntas e respostas sobre o Enem 2012 – Parte 4: Resultados

Tire suas dúvidas sobre o exame

Por Ana Prado, Carolina Vellei e Mariana Nadai Atualizado em 16 Maio 2017, 13h44 - Publicado em 5 out 2012, 19h50
100 perguntas e respostas sobre o Enem
Parte 1 – O exame
Parte 2 – Inscrições
Parte 3 – O dia da prova
Parte 4 – Resultados

Respondemos as perguntas mais frequentes enviadas pelos nossos leitores para que não reste nenhuma dúvida em relação ao maior vestibular do país. As informações foram obtidas por meio dos canais oficiais do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e do Ministério da Educação (MEC).

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será realizado nos dias 3 e 4 de novembro, em todas as Unidades da Federação. Serão quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha, e uma redação.

83. Qual é a nota máxima e a mínima para o Enem?
Como o Enem usa a metodologia da TRI (Teoria de Resposta ao Item), não existe uma pontuação máxima e mínima que o candidato pode atingir – com exceção da redação, que não é corrigida por esse modelo e cuja nota varia de zero a 1.000. A partir das notas obtidas pelos participantes, o Inep constrói uma escala de notas máximas e mínimas que permite ao aluno comparar seu desempenho com o dos demais estudantes. Essas informações são divulgadas com os boletins individuais.

– Entenda como funciona a nota do Enem

84. Quando os gabaritos serão divulgados?
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados até o terceiro dia útil seguinte ao de realização das últimas provas

85. Onde encontro o gabarito do Enem?
Na página do Inep, no endereço eletrônico http://www.inep.gov.br/enem. Os resultados individuais do Enem 2012 somente serão disponibilizados no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br/resultadosenem, em data a ser divulgada. Para acessar o resultado, o participante deverá informar o número de inscrição e senha ou CPF e senha.

86. Como faço para comparar minhas notas do Enem com a nota de corte do Sisu?
Esse tipo de comparação só é possível ser feita quando as inscrições para o Sisu estiverem no ar, o que geralmente acontece em janeiro e junho.

87. Qual a possibilidade de conseguir a média de pontos no Enem?
A única garantia de ter uma boa média no Enem é manter a consistência nas respostas da prova. Não são apenas os acertos que compõem a nota, mas também a coerência entre os acertos e os erros. Um aluno que acerte 20 questões fáceis e de dificuldade média, por exemplo, terá uma nota melhor do que aquele que acerte o mesmo número de questões, mas erre as fáceis e acerte as difíceis. Neste caso, o aluno terá seu desempenho interpretado como inconsistente, com questões acertadas ao acaso, no chute.

88. Como usar a nota do Enem 2012 para obter a certificação do Ensino Médio?
No ato da inscrição, o participante deve indicar a instituição onde irá solicitar a certificação para fins de conclusão do ensino médio. As instituições que firmaram Acordo de Cooperação Técnica para esse fim estão listadas no Edital. A definição dos procedimentos para a certificação é responsabilidade das instituições certificadoras.

89. Quando sai o resultado de conclusão de Ensino Médio oferecido pelo Enem?
O resultado de conclusão do Ensino Médio é emitido pela instituição de ensino que o estudante indicou no ato da inscrição e é a própria instituição que estipula o tempo de expedição do documento.

90. Posso usar o Enem para complementar a nota de algum vestibular?
Sim. Confira a lista completa no site do GUIA DO ESTUDANTE.

91. Quanto vale a redação do Enem?
A redação do Enem tem um valor que vai de 0 a 1.000 pontos. No resultado total do Enem, ela é a mais importante no cálculo da média final.

92. Em que condições o participante não terá as provas corrigidas?
Isso pode acontecer se ele:

– deixar de indicar a cor do Caderno de Questões no Caderno de Respostas;

– sair da sala sem o acompanhamento de um aplicador, ou ausentar-se em definitivo antes das duas horas de início do Exame;

Continua após a publicidade

– não entregar ao aplicador o Cartão-Resposta e a Folha de Redação ao terminar as provas;

– não entregar ao aplicador o Caderno de Questões, caso deixe a prova em prazo anterior aos últimos 30 minutos para o término;

93. Os Cadernos de Questões serão considerados para efeito de correção das provas?
Não, os rascunhos e as marcações assinaladas nos Cadernos de Questões não serão considerados para fins de correção.

94. Nas questões objetivas, como é feita correção do Cartão-Resposta?
O processamento do Cartão-Resposta é realizado por leitura óptica, para identificar a marcação de respostas das questões objetivas. Por isso, é imprescindível que o preenchimento tenha sido realizado com caneta esferográfica de tinta preta.

95. Como é corrigida a redação?
A redação é corrigida por dois especialistas, de forma independente, sem que um conheça a nota atribuída pelo outro. Cada corretor atribuirá uma nota entre 0 (zero) e 200 (duzentos) pontos para cada uma das cinco competências totalizando 1000 (mil) pontos. A nota final corresponde à média aritmética simples das notas atribuídas pelos dois corretores. Caso ocorra uma diferença de 200 pontos ou mais entre as duas notas totais (numa escala de 0 a 1000) ou se a diferença de suas notas em qualquer uma das competências for superior a oitenta (80) pontos (numa escala de 0 a 200), a redação passará por uma terceira correção. A nota atribuída pelo terceiro corretor substitui a nota dos demais corretores. Caso o terceiro corretor apresente discrepância com os outros dois corretores, haverá novo recurso de ofício e a redação será corrigida por uma banca composta por três corretores que atribuirá a nota final ao participante.

96. Em que casos poderá haver nota zero na redação?
Nos seguintes casos:

– quando o texto não atender a proposta solicitada ou possuir outra estrutura textual que não seja a do tipo dissertativo-argumentativo, o que configurará "Fuga ao tema/não atendimento ao tipo textual";

– quando inexistir texto escrito na Folha de Redação, ela será considerada "Em Branco";

– quando o texto apresentar até 7 (sete) linhas, qualquer que seja o conteúdo, que configurará "Texto insuficiente" – quando a redação contiver linhas com cópia dos textos motivadores apresentados no Caderno de Questões, serão desconsideradas para efeito de correção e de contagem do mínimo de linhas;

– caso o texto contenha impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação, quando a redação será considerada "Anulada".

97. Há mecanismos diferenciados para a avaliação das provas escritas dos participantes surdos ou com deficiência auditiva?
Sim. Na correção das provas escritas desses participantes serão adotados mecanismos de avaliação coerentes com o aprendizado da língua portuguesa como segunda língua.

98. É verdade que, na prova do Enem, uma resposta errada anula uma certa?
Não. O que acontece é que não são apenas os acertos que compõem a nota, mas também a coerência entre os acertos e os erros. Um aluno que acerte 20 questões dificuldade média, por exemplo, terá uma nota melhor do que aquele que acerte o mesmo número de questões, mas erre as fáceis e acerte as difíceis.

99. Fiz o Enem há mais de um ano. A nota continua valendo?
O Instituto Nacional de Pesquisas e Estatísticas (Inep), responsável pelo Enem, mantem o registro dos resultados individuais de todos os participantes do Enem disponível para consulta eletrônica no mínimo por 2 (dois) anos, contados a partir da divulgação dos resultados.

100. Preciso acertar quantas perguntas para passar no Enem?
Não existe um “passar no Enem”, porque a prova, em si, é apenas uma avaliação dos conhecimentos dos alunos que encerram o Ensino Médio. Tudo irá depender do uso que você fizer da nota. Se você quiser concorrer a uma vaga no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) ou do Programa Universidade para Todos (ProUni), ambos do governo federal, deverá participar de uma seleção que acontece semestralmente. A nota do curso pretendido varia de acordo com a concorrência. Quanto mais estudantes estiverem concorrendo a uma vaga, maior será a nota de corte (a quantidade de acertos) necessária para passar.

Tanto no Sisu, quanto no ProUni, uma vez por dia, os sistemas calculam a nota de corte (menor nota para ficar entre os potencialmente selecionados) para cada curso – com base no número de vagas disponíveis e nas notas dos candidatos inscritos naquele curso. Com isso, o estudante pode saber se a sua nota lhe permite obter a bolsa na faculdade que e, se não, alterar suas opções.

Continua após a publicidade
Publicidade