logo-ge

Acesse o gabarito extraoficial da segunda aplicação do Enem

Segundo Enem ocorreu neste fim de semana, 3 e 4 de dezembro, para cerca de 277 mil estudantes

uma-das-salas-prova-enem.jpg

 (GE/Guia do Estudante)

A segunda aplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ocorreu neste fim de semana, 3 e 4 de dezembro, para cerca de 277 mil estudantes que não puderam fazê-lo na primeira data, 8 e 9 de novembro, devido às ocupações estudantis nos locais de prova.

O GUIA DO ESTUDANTE, em parceria com o Colégio Ari de Sá, traz o gabarito extraoficial e os cadernos de prova dos dois dias:

Os gabaritos oficiais e cadernos de prova, com correspondência, devem ser divulgados na quarta-feira (7).

Impressões sobre a prova

O primeiro dia não apresentou grandes dificuldades para os candidatos ouvidos pelo GUIA. De modo geral, as provas de ciências humanas e de ciências da natureza não apresentaram um nível de dificuldade acima de normal, embora não tenha deixado de cobrar conhecimento das disciplinas. Chamou a atenção de alguns a presença de três questões envolvendo o movimento negro e outras duas envolvendo favelas e problemas habitacionais.

Já os estudantes avaliaram que o segundo dia teve nível médio, com questões mais objetivas e menos “textões” na prova de Linguagens. Na prova de Matemática, foi cobrado mais conhecimento técnico do que interpretativo. A maior dificuldade foi registrada nas questões de Arte, mais específicas do que o normalmente observado.

Segunda aplicação

As provas foram reaplicadas em 165 municípios e 418 locais de prova em todas as unidades da federação, menos em quatro estados: Roraima, Acre, Amazonas e Amapá. Do total de candidatos, a maior parte (98,52%) não pôde fazer o Enem regular por causa das ocupações em escolas, universidades e institutos federais durante o mês de novembro. Outros 4.103 (1,47%) foram afetados por contingências como a interrupção do fornecimento de energia elétrica em locais de aplicação.

Minas Gerais tem o maior universo de inscritos para a segunda aplicação: 72.302 pessoas. Outras unidades federativas que se destacam são Paraná (43.617), Bahia (37.927), Espírito Santo (23.486), Pernambuco (17.155) e Rio de Janeiro (16.451).