Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Como controlar a ansiedade antes, durante e depois do Enem

Identificar os medos que têm ou não uma solução prática é um bom caminho

Por Taís Ilhéu Atualizado em 30 out 2019, 14h38 - Publicado em 30 out 2019, 13h42

Só quem é ou já foi pré-vestibulando sabe o turbilhão de emoções e expectativas que rondam as provas. A poucos dias do Enem, aposto que mesmo os mais contidos já se pegaram pensando alguma vez em qual será o tema da redação, se estudou o suficiente alguns conteúdos e se é melhor refazer mais uma vez as questões de Ciências Humanas do ano passado… 

Ficar apreensivo em relação à prova é normal, o que não pode é deixar que a ansiedade tome conta da sua rotina e atrapalhe seu rendimento, especialmente no dia da prova. Para te ajudar a evitar que isso aconteça, conversamos com o educador Eduardo Calbucci, um dos fundados do Programa Semente, que trabalha com o desenvolvimento de habilidades socioemocionais em escolas. Confira algumas dicas!

  • Antes da prova

    Evite questionamentos improdutivos

    Quatro dias para o Enem parece pouco, mas esse tempo pode se arrastar muito lentamente se você gastá-lo especulando sobre a prova ou sofrendo antecipadamente. Uma das dicas de Calbucci para esses próximos dias é evitar questionamentos improdutivos e que não te trarão respostas, como tentar adivinhar se a prova será mais fácil ou mais difícil que a do ano passado. Essa é uma informação que você só terá depois de domingo. 

    Faça o que está ao seu alcance

    Depois de evitar esse tipo de pensamento, trabalhe o autocontrole sobre as outras coisas que te deixam ansioso. O medo de se atrasar para a prova, ter problemas com documentos e outras coisas práticas podem ser facilmente resolvidos.

    Cheque com antecedência em um mapa na internet o caminho que precisará percorrer para não se atrasar, organize com a maior antecedência possível suas documentações e, se for te tranquilizar, imprima e leve o cartão de confirmação para ter certeza de que não errará a escola e a sala onde fará a prova. 

    Pegue leve nos estudos

    Nem todas as pessoas se sentem assim, mas muitas não conseguem seguir à risca a orientação de especialistas de não estudar nos dias que antecedem a prova, especialmente na véspera. Se você é um desses, não se sinta pressionado a não estudar — isso pode gerar ansiedade e te deixar apreensivo. Nesse caso, um bom caminho é seguir uma rotina de estudos mais leve, que não se estenda por muitas horas e concentrada em atividades mais leves como revisão dos assuntos que mais caem nas provas e tentar focar nos seus pontos mais fracos. Basta diminuir um pouco o ritmo!

    Continua após a publicidade
  • Durante a prova

    Você passou pela véspera do Enem! Em poucas horas você já terá feito a prova do primeiro dia do Enem, mas para chegar lá precisa se concentrar e dar o seu melhor em todas as questões e na redação. A dica de não se prender em pensamentos improdutivos também vale para esse momento. Calbucci lembra que a ansiedade é da família do medo e, por isso, o melhor a se fazer é lidar racionalmente com seus pensamentos. Quando vierem à mente pensamentos como “eu não estudei o suficiente” ou “a prova está muito difícil” tente desafiá-los e perceberá que eles não ajudam em nada a lidar com as questões que você precisa responder. 

    O Programa Semente costuma indicar exercícios do acrônimo IDEA para lidar com esses momentos de ansiedade. Ele funciona assim:

    I – Identifique os pensamentos que estão ocorrendo no momento da ansiedade intensa; 

    D – Desafie os pensamentos com perguntas simples: “Posso estar exagerando?”, “Há outras possibilidades para interpretar essa situação?; 

    E – Encontre novas formas de pensar; 

    A – Assuma um novo comportamento. 

  • Depois da prova

    Você passou pelo primeiro domingo de provas do Enem! Agora, que tal recorrer às primeiras dicas para lidar com esses próximos dias? É possível que nessa próxima semana você também tenha um novo fator de preocupação, que é seu desempenho na prova anterior. Mais uma vez: se desprenda de questões que fogem do seu controle e concentre-se naquilo que você pode mudar. Isso impede que o seu desempenho na primeira prova, que já passou, afete a que ainda está por vir. 

    Lembre-se: você fez o que pode durante o ano e agora basta trabalhar com o que você tem. Boa sorte! 🙂

    Continua após a publicidade
    Publicidade