logo-ge

Como estudar Física para a prova do Enem?

Veja quais são os temas mais recorrentes e como se preparar

O GUIA DO ESTUDANTE conversou com professores de cada matéria para descobrir quais são os temas mais cobrados no Enem. Eles analisaram as provas aplicadas desde 2009 (ano em que o exame passou a ter o formato atual) e apontaram não só quais os temas mais pedidos, mas também de que forma costumam ser cobrados. Veja a seguir os pontos mais importantes de Física:

Veja também

 Os temas mais recorrentes de Física

Os assuntos que mais aparecem nas questões do Enem desde 2009
Mecânica
Energia
Eletricidade (potência, transformações etc.)
Termofísica

A principal dica é que o candidato estude bastante os tópicos relacionados a mecânica, energia e eletricidade. “Em termos de conteúdo específico, temas ligados a transformações de energia, energia térmica, mecânica newtoniana e eletricidade, principalmente envolvendo circuitos elétricos de residências, são os mais pedidos na prova”, afirma o professor e supervisor de física do curso Anglo, Ronaldo Carrilho.

Aprofunde-se nos temas!

Na plataforma do Curso Enem GE, você encontra videoaulas, textos e exercícios sobre esse e todos os outros temas importantes para o Enem e outros vestibulares. Conheça clicando aqui.

Mônica Nunes, professora de Física da Oficina do Estudante chama a atenção para a relação da matéria com o cotidiano dos estudantes. “Estar antenado a notícias e situações cotidianas é essencial, pois o Enem preza por conteúdos que tenham relação com o dia a dia do estudante”, afirma. Outra dica de Mônica é ter muita atenção ao ler o enunciado, gráficos, tabelas e figuras. Segundo ela, isso é fundamental para o bom desempenho do aluno, pois muitas vezes esses itens trazem informações que são úteis na resolução da questão.

Fenômenos ondulatórios e um pouco de óptica também costumam aparecer. São perguntas que envolvem, por exemplo, contas de energia elétrica relacionando a energia consumida com a potência de aparelhos, utilização e propagação de ondas eletromagnéticas e hidrostática, energia térmica. “São muitas as maneiras de se cobrar esses conteúdos, mas é difícil o Enem fugir de certo modelo, por isso, é interessante resolver questões de provas anteriores”, aconselha Mônica.

Em termos de conteúdo específico, temas ligados a transformações de energia, energia térmica, mecânica newtoniana e eletricidade, principalmente envolvendo circuitos elétricos de residências, são os mais pedidos na prova.

Exemplo: questão tirada do Enem 2011

Termofísica é outro tema recorrente. “Depois, o restante das questões é composto por temas diversos, sem uma predominância típica de assunto”, completa Ronaldo

Exemplo: questão tirada do Enem 2010

Um padrão observado, no entanto, é a relação com o cotidiano dos estudantes – o funcionamento da válvula de uma descarga, por exemplo. Temas da atualidade, como a descoberta de algum material novo, também podem ser abordados.

Exemplo: questão tirada do Enem 2011

Fenômenos ondulatórios, como reflexão e refração, também figuram entre o conteúdo mais comum. “Mas a prova, até agora, não abordou muito a fundo ótica e eletromagnetismo”, afirma o professor.

Exemplo: questão tirada do Enem 2010

Como se preparar

Não existe segredo para a preparação para o Enem, segundo Mônica. De acordo com a professora, o exame traz questões com dificuldade média. É necessário ter boa noção do conteúdo explorado no ensino médio, mas sem a preocupação de decorar todas aquelas fórmulas mais cabeludas. “O Enem é simples e direto e, se for preciso lembrar-se de alguma coisa mais aprofundada, o próprio exercício vai fornecer as explicações e fórmulas necessárias para a questão”, afirma.

Mas, claro, há pontos básicos que você deve dominar em cada área. “Não dá para fazer a prova sem saber calcular velocidade média ou potência elétrica, por exemplo, porque parte-se do pressuposto de que o candidato sabe tudo isso”, completa Ronaldo.

É necessário também que o candidato tenha um bom repertório cultural, esteja atento às notícias e seja capaz de usar seu conhecimento de exatas com fenômenos que nos rodeiam no dia a dia. “O Enem procura avaliar a capacidade do candidato em compreender fenômenos básicos, propor explicações e resolver problemas”, diz Ronaldo.

Para ele, a maior dificuldade que a prova apresenta é o tamanho dos enunciados e o fato de o candidato precisar correr contra o tempo, ficar cansado, perder o poder de concentração. “É disso que os alunos reclamam, não da dificuldade das questões”, explica.

A dica de Ronaldo para quem está começando a se preparar para o Enem? “Eu investiria meu tempo no estudo desses principais tópicos: energia, leis de Newton, circuitos elétricos, termofísica. E ficaria atento a reportagens sobre o que está acontecendo no setor ambiental”, diz.

Veja também