Clique e assine GE Play por R$16,90

Como montar um plano de estudos para o Enem

Antes tarde do que nunca! Veja como se preparar faltando pouco tempo para as provas

Por Taís Ilhéu - Atualizado em 18 set 2019, 17h34 - Publicado em 17 set 2019, 19h41

Se você nunca foi um adepto da organização nas outras áreas da sua vida, temos uma notícia um pouco difícil: nos estudos para o Enem e outros vestibulares ela é essencial. Dificilmente eles serão eficientes se você se sentar e escolher aleatoriamente o que estudar, ainda mais quando se tem pouco tempo para ver tantos conteúdos — como agora, a menos de dois meses para o Enem. 

Para organizar o seu tempo precioso de vestibulando, o melhor a fazer é planejar como você vai usá-lo. Por isso, use planos de estudos que valorizem uma rotina regrada, controle a sua disponibilidade e foque nos seus objetivos. Pedimos a ajuda de Leonardo Santos, professor de Matemática e diretor-geral do colégio e curso Progressão (RJ), e de Daniel Perry, diretor do Anglo Vestibulares, para te dar algumas dicas de como montar esse planejamento de estudos. 

Rotina

Quando o assunto é estudar para o vestibular, criar e cultivar uma rotina é muito importante. Se você vai começar a se planejar para a prova agora, não precisa abrir mão de tudo o que fazia e criar uma rotina do zero, até porque tem compromissos como trabalho e escola dos quais não se pode abrir mão. Considere na sua nova rotina o tempo gasto com todos esses compromissos fixos, o tempo gasto com alimentação, deslocamento e o tempo para descansar a mente. O restante de horas que sobrar para estudar no dia, você dividirá de acordo com a quantidade de disciplinas ou com os conteúdos que pretende revisar.

Pausas

Não é saudável estudar seis, oito ou dez horas por dia sem nenhuma pausa. Existem, inclusive, métodos de estudos, como o Pomodoro, que recomendam pausas em curtíssimos intervalos de tempo, como 25 minutos. Quando completar esse tempo de estudos, pare e faça uma pausa de 5 minutos. Se você não consegue se adaptar e precisa de blocos maiores de estudos, lembre-se de fazer ao menos algumas pausas a cada uma hora e meia para descansar e recuperar o foco. 

Disciplinas

Escolher uma ou duas disciplinas para deixar de lado ou mesmo estudar uma semana inteira de uma mesma matéria não são boas formas de se preparar para uma prova como o Enem. Isso porque a prova é extensa e cobra muitas questões de uma mesma disciplina – não vale arriscar perder 45 questões de Matemática, por exemplo.

Continua após a publicidade

Além disso, de nada adianta treinar o seu cérebro a estudar e raciocinar separadamente as matérias, se em um único dia de prova você terá questões de Geografia, História, Filosofia, Biologia e Física, entre outras. Dê um jeito de incluir ao menos a maior parte delas em uma semana de estudos. 

Baseie-se em suas escolhas

Apesar de não ser uma boa ideia abandonar por completo uma disciplina, a essa altura do campeonato é bom definir suas prioridades e elencar quais matérias podem mais te ajudar a alcançar sua vaga no Sisu ou no Prouni. Para cursos mais concorridos, é sabido que a prova de Linguagens e Matemática têm grande peso, já que só elas correspondem à metade das questões do Enem.

Por isso, talvez valha reservar um pouco mais de tempo para elas. Além disso, muitas universidades, no Sisu, atribuem pesos diferentes às áreas de conhecimento do Enem de acordo com o curso prestado. Verifique se é o caso da sua instituição de escolha e, se for, priorize também essas matérias de maior peso.

Leia, resuma e pratique 

Para fixar o conteúdo ouvido durante a aula ou lido na apostila, a melhor estratégia é você colocá-lo na ponta do lápis. Faça mapas mentais, resumos e listas dos assuntos que você está estudando, sempre transcrevendo em suas próprias palavras. Assim você garante que de fato absorveu aquela matérias e não apenas decorou. Além disso, resolver provas anteriores do Enem e fazer simulados pode ser uma ótima maneira de se preparar para o modelo da prova e aprender a se comportar nas condições de aplicação do Enem. 

Um plano para os atrasados

Se deu conta de que o Enem já está aí e ainda não estudou quase nada este ano? Imagino que saiba que é impossível dar conta de todos os conteúdos a esta altura do campeonato. Mas tenha calma: não é preciso dominar tudo para fazer uma boa prova. Como fazer isso? Focando nos assuntos que mais caem Enem, estudando intensamente as matérias que tem maior dificuldade e se dedicando àquilo que terá maior peso na hora de aplicar para a carreira escolhida na universidade. Está pronto?

Continua após a publicidade
Publicidade