Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Correções das redações do Enem já estão disponíveis para consulta

Dos mais de 5 milhões de textos, apenas 481 tiveram nota máxima

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h41 - Publicado em 2 abr 2014, 15h12

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) disponibilizou para consulta, nesta quarta-feira (2), o espelho das correções das redações do Enem 2013. A consulta à correção tem caráter pedagógico, e, segundo o Ministério da Educação (MEC), não serão aceitos recursos contra a nota.

>> Veja aqui as correções

Este é o segundo ano em que o Inep disponibiliza o acesso ao espelho das redações. Foram corrigidos mais de 5 milhões de textos, dos quais apenas 481 tiveram nota mil, pontuação máxima na prova. De acordo com o MEC, cerca de 106 mil redações tiveram nota zero.

Com tema "Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil", a redação do Enem 2013 trouxe novidades nos critérios de correção. Erros gramaticais, por exemplo, só seriam aceitos caso não houvesse reincidência no texto.


Gráfico disponível para os candidatos mostra a porcentagem de redações (apontadas na coluna à esquerda) que tiveram as notas indicadas.

As correções foram feitas por dois avaliadores independentes, que deram notas de até 200 pontos para cada competência avaliada (eram cinco no total). Caso as notas de cada corretor tivessem uma diferença de 100 ou mais pontos, a redação seria enviada a uma banca de três professores, que dariam a nota final.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade