Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Enade não será mais usado para avaliar estudantes do primeiro ano do ensino superior

Exame será substituído pelo Enem; medida passa a valer a partir deste ano

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h56 - Publicado em 9 fev 2011, 16h14

O Ministério da Educação (MEC) divulgou, na manhã de hoje, que a partir deste ano os alunos ingressantes no ensino superior que tenham prestado o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) estarão dispensados do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), hoje aplicado a todos os estudantes ingressantes e concluintes de cursos de graduação.

– Confira os cursos com os melhores e os piores resultados no Enade 2009 ()

De acordo com a nota divulgada pela assessoria do MEC, a proposta parte da constatação de que o Enade realizado no fim do primeiro ano da graduação não é a melhor forma de avaliar o conhecimento do estudante recém-saído do ensino médio.

O Enade mede a qualidade do ensino superior oferecido. A cada três anos é avaliada uma das áreas do conhecimento – saúde, ciências agrárias e áreas afins; ciências exatas, licenciaturas e áreas afins; ciências sociais aplicadas, ciências humanas e áreas afins. Os resultados do exame são utilizados para a composição de índices de qualidade de cursos e instituições, como o conceito preliminar de curso (CPC) e o índice geral de cursos (IGC).

LEIA TAMBÉM

– Notícias de vestibular e Enem

– Notícias de Enade

Continua após a publicidade

Publicidade