Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Enem 2012: Candidatos aprovam tema de redação no segundo dia

Na prova, pai conta que fez Enem para apoiar filho que busca vaga na faculdade

Por Carolina Vellei Atualizado em 16 Maio 2017, 13h30 - Publicado em 4 nov 2012, 16h26

Neste segundo dia de provas, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) cobrou questões de Linguagens, Códigos e suas tecnologias, Matemática e suas tecnologias, além de uma redação. Na saída do exame, candidatos elogiaram a escolha do tema de redação, “O Movimento Imigratório para o Brasil no Século XXI”. “Estudamos muito este assunto na escola este ano”, comemora Caroline Morari, de 17 anos.

– Confira a correção do primeiro dia do Enem 2012

– Enem 2012: No Twitter, candidatos comentam que primeiro dia de prova foi fácil, mas reclamam do tamanho das questões

– Enem 2012:Candidato não ajusta relógio para o horário de verão e perde a prova em São Paulo

– Redação do Enem 2012 fala sobre a imigração para o Brasil no século XXI

A estudante busca uma vaga no curso de Tecnologia da Informação e tentará usar o Enem para conseguir entrar em uma universidade pública. Sua amiga, Letícia Reis, que também estuda na mesma escola e fez o Enem para conseguir uma vaga de Psicologia, ficou animada quando viu logo de cara uma questão sobre a escritora J.K Rowling, autora da saga Harry Potter. “Achei muito legal ter caído sobre a autora na prova de língua estrangeira, deixou a prova mais interessante!”, admite Letícia.

Com tirinhas da Mafalda, Hagar e Laerte, a candidata também elogiou o uso de histórias em quadrinhos na prova. “Acho bom quando tem tirinha, porque já tem muita coisa para ler, isso faz com que você interaja mais com a prova”, admite. No entanto, há estudantes que discordam. Uma delas é Amanda Ferreiro, de 18 anos. “Não gosto, porque as alternativas nesse tipo de questão são muito parecidas para nos confundir. Com quadrinhos temos que ler várias vezes para entender o real sentido e estamos sob tensão na prova, é difícil manter o foco”, explica.

Para apoiar o filho

Continua após a publicidade

Jailton Chaves Santos, de 47 anos, fez a prova do Enem 2012 para apoiar o filho, que quer cursar Relações Internacionais em uma universidade pública. “Estou aqui por ele, mas também fiz para testar meus conhecimentos”. Ele conta que seu sonho é cursar Administração e vê no Enem uma chance de entrar em um curso superior. “Já trabalho na área, mas não tenho faculdade”, revela.

Prova difícil

“Achei a prova muito difícil”, conta Gleice Duarte, estudante de uma escola pública na Zona Norte de São Paulo, que conseguiu responder a questões de português e “apenas o básico” em matemática. Na redação, porém, Gleice se garantiu. “Gostei do tema de redação. Falei sobre o contexto histórico do Brasil e a questão da migração na sociedade”, conta. “Estou em dúvida entre Administração e Direito, mas desse jeito é difícil conseguir bolsa”, diz Gleice, que fará o Enem novamente ano que vem caso não consiga entrar em uma faculdade pública este ano.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular

– Saiba tudo sobre o Enem

Continua após a publicidade
Publicidade