Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Enem 2013 ultrapassa 1,6 milhão de inscritos

Estudantes têm até às 23h59 de 27 de maio para se registraram no exame

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h49 - Publicado em 15 Maio 2013, 13h04

No começo do terceiro dia de inscrição, o Enem 2013 já registrou mais de 1,6 milhão candidatos inscritos, balanço foi divulgado na tarde desta terça-feira (14). Aberto na última segunda-feira (13), o período de inscrições, que só podem ser feitas no site do Enem, vai até o dia 27 próximo, às 23h59. A prova do Enem será realizada em 26 e 27 de outubro.

Para os candidatos não isentos, a taxa de inscrição, de R$ 35, deve ser paga até o dia 29. Estão isentos os concluintes do ensino médio em 2013, matriculados em escola da rede pública declarada ao Censo Escolar da Educação Básica. Também não precisa pagar a taxa o participante com renda familiar per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio. 

– MEC cria site com passo a passo de como se inscrever no Enem

As provas

O exame terá duração de dois dias e será constituído de uma redação em língua portuguesa e quatro provas objetivas, cada uma com 45 questões de múltipla escolha cobrando conteúdos vistos no Ensino Médio. Veja quais são as áreas de conhecimento cobradas:

Áreas de Conhecimento Componentes Curriculares
Ciências Humanas e suas Tecnologias História, Geografia, Filosofia e Sociologia
Ciências da Natureza e suas Tecnologias Química, Física e Biologia
Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Redação Língua Portuguesa, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), Artes, Educação Física e Tecnologias da Informação e Comunicação
Matemática e suas Tecnologias Matemática

No primeiro dia (26 de outubro), serão realizadas as provas de Ciências Humanas e suas Tecnologias e de Ciências da Natureza e suas Tecnologias, com duração de 4 horas e 30 minutos, contadas a partir da autorização do aplicador para início das provas. O segundo dia (27 de outubro) terá Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, com duração de 5 horas e 30 minutos. Cada sala de provas terá um marcador de tempo para os participantes.

Nos dois dias, será obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto.
Os portões de acesso aos locais de provas serão abertos ao meio-dia e fechados às 13h, horário oficial de Brasília. O MEC recomenda que todos os participantes cheguem ao local até as 12h. Não serão aceitos retardatários. O horário também deve ser cumprido por candidatos sabatistas (aqueles que, por motivo religioso, guardam o sábado); nesse caso, eles ficarão em uma sala para aguardar o início da prova, às 19h.

Continua após a publicidade

Os locais de provas serão informados no cartão de confirmação da inscrição e no site do Enem. O participante só poderá solicitar alteração do município em que fará a prova nesse site, durante o período de inscrição.

A correção

O cálculo da nota do Enem tem como base a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Entenda seu funcionamento clicando na imagem abaixo.

Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados na página do Inep até o terceiro dia útil após a realização das últimas provas. Os participantes poderão acessar os seus resultados individuais em data ainda não divulgada, também no site do Inep.

O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, anunciou alterações que tornarão mais rigorosa a correção da prova de redação. Segundo ele, as mudanças foram implantadas porque as regras aplicadas anteriormente não mostraram resultado satisfatório.

Confira algumas das mudanças:
– Inserções indevidas no texto (como receita de miojo ou hino de time de futebol) serão zeradas;
– Só serão aceitos desvios gramaticais excepcionais e que não caracterizem reincidência.
– A discrepância de nota dada pelos dois corretores da redação só precisa ser superior a 100 pontos para que ela seja corrigida por um terceiro. Antes, era preciso haver uma diferença de nota superior a 200 pontos. Com isso, a expectativa é que uma a cada três redações vá para um terceiro avaliador – antes, o índice era de aproximadamente 21%.
– Os avaliadores terão mais horas de treinamento para a correção das provas.
– Os corretores precisarão dar justificativa para a nota máxima na redação (que é mil) e para erros gramaticais aceitos (por serem considerados exceção).

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade

Publicidade