Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Estudante desclassificada do Enem 2012 por engano tenta marcar data da prova pela 4ª vez

Jacqueline Chen foi confundida com outra estudante de mesmo nome

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h40 - Publicado em 14 dez 2012, 14h03

A jovem Jacqueline Chen, desclassificada por engano do Exame Nacional do Ensino Médio 2012, tentará uma quarta data para fazer o exame ainda este ano. A estudante foi retirada da sala durante a prova no último dia 4 de novembro porque foi confundida com outra aluna de mesmo nome, que tinha postado fotos da prova em uma rede social.

– Candidata é eliminada do Enem 2012 por engano

– Ministro da educação telefona para candidata eliminada por engano do Enem e diz que ela poderá fazer nova prova

– #AprendiNoEnem: No Twitter, candidatos postam as lições que aprenderam com o Enem 2012

A seguir, você confere um histórico com as datas em que o Enem 2012 seria aplicado à jovem:

3 e 4 de novembro: No segundo dia de provas do Enem, a jovem é retirada da sala pelos fiscais e é obrigada a assinar um “termo de eliminação” do exame.

4 e 5 de dezembro: Jacqueline não fez a prova junto com os candidatos de unidades prisionais porque a família da jovem ganhou na Justiça uma liminar que lhe deu o direito de escolher local e data para fazer as provas e a dispensava do exame neste dias. A justificativa da estudante foi a proximidade da data com a de outros exames que ela prestaria.

Continua após a publicidade

12 e 13 de dezembro: Na data escolhida por Jacqueline, os responsáveis pela aplicação do Enem não foram ao colégio em que ela estuda, em São Paulo. O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep) e o consórcio que aplicam as provas do Enem recorreram à Justiça pedindo um prazo maior. Uma decisão judicial favorável ao pedido foi emitida na quarta-feira (12) e o exame foi prorrogado para o dia 20.

Próxima tentativa prevista para 20 de dezembro: A estudante não concorda com a data escolhida pelo Inep, pois ela coincide com o dia de sua formatura e mais uma vez ela seria prejudicada por causa do Enem. O advogado da família entrou com uma liminar na Justiça, no último dia 13, para mudar a data para os dias 18 e 19.

Erro do MEC

O ministro da Educação, Aloízio Mercadante, ligou para a mãe de Jacqueline e pediu desculpas pelo erro do MEC. O ministro assegurou que a estudante poderia fazer uma nova data. A candidata que tinha o mesmo nome de Jacqueline, responsável pela publicação da foto na rede social, foi posteriormente eliminada do Enem 2012.

Além dos transtornos que a eliminação já lhe causou, Jacqueline teme que a falta de uma nota no Enem a prejudique em alguns vestibulares. Sua pontuação lhe garantiria pontos a mais na Unicamp e no Mackenzie, onde concorre a uma vaga no curso de Arquitetura.

Para evitar isso, o advogado da família deve entrar com ação preventiva para que a nota da estudante seja acrescida posteriormente. A família também estuda entrar com uma ação contra os órgãos responsáveis pelo Enem para uma “reparação do dano moral” causado à jovem.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade