Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Estudantes prejudicados fazem novo Enem

Candidatos refazem prova de Ciências Humanas e Ciências da Natureza

Por da redação
Atualizado em 16 Maio 2017, 13h44 - Publicado em 15 dez 2010, 16h05

O novo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010 começou a ser aplicado nesta quarta-feira, às 13h, em 17 estados brasileiros. Cerca de 9,5 mil estudantes, prejudicados por problemas de impressão do caderno amarelo, tiveram o direito de refazer a prova do Enem aplicada em 6 de novembro, que abordava questões de Ciências Humanas e Ciências da Natureza.

Os estados de Paraná e Santa Catarina foram os que tiveram mais candidatos prejudicados. Cerca de 60% dos estudantes que reclamaram de erros de impressão na prova amarela estão nesses estados. Em Santa Catarina, a prova foi reaplicada em 42 municípios, sendo que a maior ocorrência foi nos municípios de Chapecó e Concórdia. No Paraná, a nova prova foi reaplicada em seis municípios, sendo que 95% dos casos ocorreram em Curitiba.

Como a nova prova do Enem não está sendo aplicada em todo o Brasil, só em 17 estados e cerca de 200 municípios, alguns candidatos tiveram que viajar para conseguir fazer o exame. Como o caso da estudante Gabriela Wassano, de 18 anos. Ela mora em Paranavaí , no PR, que fica a cerca de 500 km de distância de Curitiba, capital paranaense, onde realizou o exame, como afirma a reportagem do site G1.

Apesar do empenho da estudante em fazer a nova prova, a assessoria do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) já havia informado que os estudantes convidados a fazer o novo Enem não seriam obrigados a refazer o exame. Neste caso, a prova de 6 de novembro será corrigida normalmente.

O novo Enem foi aplicado nos estados de Santa Catarina, Paraná, Minas Gerais, Ceará, Sergipe, Piauí, Pernambuco, Espírito Santo, Mato Grosso do Sul, Maranhão, Bahia, Rio Grande do Sul, Pará. Tocantins, Goiás, São Paulo e Amazonas.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

Enem na prisão
Também nesta quarta-feira, presidiários ou jovens que cumprem pena em unidades prisionais ou socioeducativas também farão o Enem. O exame continua na quinta-feira (16/12). A prova será aplicada para mais de 15 mil pessoas distribuídos em quase 550 presídios. Desses, de acordo com o Inep, quase 13 mil se inscreveram para pleitear certificação no ensino médio.

Hoje, os candidatos farão prova de Ciências Humanas e Ciências da Natureza, prova idêntica à que será reaplicada aos estudantes no resto do país. Amanhã (16/12), serão aplicadas as provas de Linguagens, Códigos e Matemática e suas Tecnologias.

LEIA TAMBÉM

– Notícias de vestibular e Enem

Publicidade
Estudantes prejudicados fazem novo Enem
Enem
Estudantes prejudicados fazem novo Enem
Candidatos refazem prova de Ciências Humanas e Ciências da Natureza

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.