Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Exame que certificará ensino médio será aplicado em outubro

Inscrições do Encceja serão recebidas entre 7 e 18 de agosto; edital completo sai em 24 de julho

Por redação, com informações da Agência Brasil Atualizado em 26 jun 2017, 18h22 - Publicado em 26 jun 2017, 18h19

Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja), que voltará a oferecer certificação dos ensinos fundamental e médio, será aplicado no dia 8 de outubro, com inscrições entre 7 e 18 de agosto. As datas foram anunciadas em coletiva de imprensa concedida pelo Ministério da Educação (MEC) nesta segunda-feira (26).

O Encceja substituirá o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) na função. Serão aplicadas duas provas: uma para quem deseja concluir o ensino fundamental (em que se estima 222.180 participantes) e outra para o ensino médio (em que se estima 815.731 participantes), em 564 municípios. O custo estimado do Encceja é de R$ 40 por aluno.

  • Como será a prova do Encceja

    As provas serão aplicadas em um único dia, de manhã e à tarde. Para o ensino médio, serão 4 provas, no mesmo formato do Enem: Ciências da Natureza e Ciências Humanas pela manhã, e Linguagens, Matemática e Redação pela tarde. Cada prova terá 30 questões (120 no total) com quatro alternativas cada, além da redação. Para obter a certificação, o estudante deverá acertar pelo menos metade de cada prova e tirar no mínimo 5 na redação.

    O Encceja pode ser feito por pessoas com pelo menos 15 anos, no caso da certificação do ensino fundamental, e 18 anos para a certificação do ensino médio. Cada prova será composta por 30 itens de múltipla escolha, sendo que para obter o certificado, o estudante deve pontuar pelo menos 50% em cada área, inclusive na redação.

    A prova terá, segundo o MEC, as mesmas referências usadas na elaboração do Enem. O edital completo será publicado em 24 de julho.

    Segundo o Inep, o Encceja é o instrumento mais adequado para avaliar as pessoas que não tiveram oportunidade de concluir os estudos em idade apropriada. “O Enem, na sua estrutura, não é um exame para a certificação do ensino médio. Ele se caracteriza muito mais para o acesso ao ensino superior. O Encceja é preparado para fazer esse tipo de avaliação, das pessoas que não tiveram acesso na idade certa”, disse a presidente do Inep, Maria Inês Fini. Menos de 10% das pessoas que fazem o Enem com o objetivo de certificação conseguem o diploma do ensino médio, informou.

    Enem

    O Inep também informou que, até o momento, 6,73 milhões de inscrições foram confirmadas para o Enem de 2017, que será realizado nos dias 5 e 12 de novembro. O número ainda pode aumentar, porque novas inscrições podem ser confirmadas por decisão judicial.

    No ano passado, o Enem teve 8,6 milhões de pessoas inscritas. Para o Inep, a diferença pode ser explicada pelo número de estudantes que deixarão de fazer o exame este ano para obter a certificação do ensino médio.

    Continua após a publicidade
    Publicidade