Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Nova lista aponta que 240 mil terão prova do Enem adiada

Mais 61 locais foram adicionados à relação de escolas em que o exame será cancelado e remanejado para outra data e local

Por Agência Brasil Atualizado em 16 Maio 2017, 13h42 - Publicado em 4 nov 2016, 13h04

A lista de locais de prova ocupados do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) foi atualizada e divulgada pelo Ministério da Educação (MEC) nesta sexta-feira (4). Mais 61 locais foram adicionados à relação em que o exame será cancelado, somando 364 escolas.

A ampliação se deve a novas escolas que foram ocupadas após a divulgação da primeira lista, na terça-feira (1). Os estudantes que fariam o Enem nestes locais serão remanejados para uma nova prova, nos dias 3 e 4 de dezembro, em novos locais ainda não divulgados.

O MEC também corrigiu a lista de locais ocupados e dez escolas que haviam sido dadas como ocupadas terão prova neste fim de semana. Serão 8.186 candidatos que devem comparecer para fazer o Enem nos dias 5 e 6.

Ocupações

As ocupações ocorrem em diversos estados do país. Estudantes do ensino médio, superior e educação profissional têm buscado pressionar o governo por meio de ocupações de escolas, universidades, institutos federais e outros locais. Não há um balanço nacional oficial. Segundo a União Nacional dos Estudantes (UNE), até ontem, 134 campi universitários e mais de 1 mil escolas e institutos federais estavam ocupados.

Os estudantes são contra a proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos do governo federal pelos próximos 20 anos, a chamada PEC do Teto. Estudos mostram que a medida pode reduzir os repasses para a área de educação, que, limitados por um teto geral, resultarão na necessidade de retirada de recursos de outras áreas para investimento no ensino. Os estudantes também são contrários à reforma do ensino médio, proposta pela Medida Provisória (MP) 746/2016, enviada ao Congresso.

Continua após a publicidade
Publicidade