Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

ONU defende a TRI, método usado na avaliação do Enem

Para Nações Unidas, Teoria de Resposta ao Item garante que possível novo exame seja do mesmo nível de dificuldade das provas de 6 e 7 de novembro

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h44 - Publicado em 12 nov 2010, 09h55

Por meio de nota, o escritório da Organização das Nações Unidas (ONU) no Brasil informou que a Teoria de Resposta ao Item (TRI), método usado na avaliação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) garante que o nível de dificuldade de uma possível nova prova será igual ao da original, aplicada no último fim de semana.

Devido a problemas como erro de impressão e gabaritos trocados, o Enem foi suspenso na segunda-feira pela Justiça Federal do Ceará. A Advocacia-Geral da União entrou com recurso ontem contra a suspensão.

Infográfico: entenda os problemas e erros do Enem 2010

O que é a Teoria de Resposta ao Item (TRI)? Entenda o método de avaliação usado no Enem

Segundo o escritório da ONU, a TRI é uma metodologia com respaldo em importantes avaliações internacionais. Graças a ela, é possível realizar diversas provas de um mesmo exame, em épocas diferentes do ano, para públicos distintos, mas mantendo o mesmo grau de dificuldade, explica.

"Vale ressaltar ainda que a TRI prioriza o uso de habilidades reflexivas e analíticas em detrimento da memorização de conteúdos, o que representa um avanço importante em relação a outros modelos de avaliação", diz a nota.

Com informações da Agência Brasil

LEIA TAMBÉM
Notícias de vestibular e Enem

 

 


Continua após a publicidade
Publicidade