Clique e assine GE Play por R$16,90

Por causa da pandemia, Enem 2020 pode ter apenas um dia de prova

Exame, que foi adiado para dezembro ou janeiro, pode ter menos dos que as 180 questões de sempre

Por Redação - 21 Maio 2020, 16h53

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) pode ser realizado em apenas um dia este ano. Segundo técnicos do Inep ouvidos pelo jornal O Estado de S.Paulo, a pandemia de covid-19 está forçando um novo tratamento ao exame. Sendo assim, o Enem 2020 poderia ter menos questões, em vez das 180 divididas em dois dias.

Ainda segundo a apuração do jornal, os estudos estão tentando calcular quantas perguntas podem ser retiradas para que o exame se adeque a só um dia de prova, com uma duração não muito longa. Além disso, será preciso manter a precisão dada pelo modelo estatístico da prova, a Teoria de Resposta ao Item (TRI). Por ela, as perguntas são calibradas, em testes anteriores, para se saber se são fáceis, médias ou difíceis. O objetivo é manter o mesmo grau de dificuldade.

Tradicionalmente, o exame é composto por 45 questões de cada área (Linguagens, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática). Uma possibilidade seria diminuir para 30 de cada, o que daria um total de 120 questões. Outro recurso a ser estudado são perguntas com enunciados menores para que a prova possa ser feita mais rapidamente.

Após o projeto de adiamento ser aprovado no Senado e muitas manifestações nas redes sociais contra a manutenção do exame em novembro, o Inep, órgão responsável pelo exame, anunciou na última quarta-feira (21) que o Enem 2020 será adiado por 30 ou 60 dias, a data ainda não está definida.

Na última semana de junho, acontecerá a enquete direcionada aos inscritos do Enem 2020, na Página do Participante, para saber a opinião sobre o adiamento e qual seria a melhor opção de datas para os estudantes. 

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro.

Continua após a publicidade
Publicidade