Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Tudo que você precisa saber sobre a redação do Enem – parte 1: Como se preparar

Veja um roteiro de como se preparar para a prova e entender a sua nota

Por Ana Lourenço Atualizado em 16 Maio 2017, 13h55 - Publicado em 27 out 2014, 17h25

A redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é uma das partes mais importantes de todo o exame e deve ser um dos grandes focos de atenção dos seus estudos. Além das quatro provas de conhecimentos gerais, a redação é considerada a quinta prova, com nota individual.

De acordo com o professor Alexandre Linares, do Cursinho Henfil, a redação pode ser decisiva para subir a média das notas. "Com uma redação competente, você consegue fazer sua média subir, mesmo se você tiver dificuldade em qualquer uma das outras provas", explica.

Para que não haja dúvidas na hora da prova, o GUIA preparou um especial, dividido em três partes, com um roteiro de como se preparar para a prova, de como formular o seu texto e como acompanhar a correção.

>> Acesse aqui a parte 2: Como formular o meu texto?
>> Acesse aqui a parte 3: Como é feita a correção? Veja que erros devem ser evitados


Confira a primeira parte:

O que posso fazer antes da prova para ir bem na redação?

A redação é a prova mais dinâmica do Enem. A proposta dela é avaliar a sua capacidade de expor uma ideia, raciocinar e defender um argumento. Em todo o exame, é a única oportunidade que o estudante tem de escrever, e, ao contrário do que muitos imaginam, isso é um fator bastante positivo!

"A redação tem a vantagem de permitir que você expresse o conjunto de informações que aprendeu tanto na escola quanto na sua experiência de vida", diz o professor Alexandre. É na redação que você tem a chance de ser criativo, desenvolto e de expor o seu repertório cultural. Por isso, procure ampliar seus conhecimentos gerais durante a preparação para o exame. Não há um guia específico de como construir o seu repertório, mas apostar em livros, filmes, jornais, música, arte e revistas é sempre um bom começo.

Continua após a publicidade

Uma redação campeã normalmente apresenta elementos que a destaquem por sair do "previsível". Ao ler a proposta, o aluno bem preparado pode recorrer, por exemplo, aos seus conhecimentos em História, na literatura, no cinema e até mesmo no noticiário atual para formular os seus argumentos. Fazer uso dessas táticas pode mostrar ao corretor que você está bem informado e sabe articular os conhecimentos que tem em outras áreas.

Além do repertório, para ir bem na redação não tem segredo: treinar, treinar e treinar a dissertação. Faltando pouco tempo para a prova, fazer três ou quatro redações por semana podem ajudar a acostumar com o estilo do texto e o tema que costuma ser pedido. Mas onde arrumar tanta proposta de redação? Simples: é só procurar nas provas anteriores. Desde o lançamento do formato atual da prova, em 2009, são 11 temas (contando as aplicações para presidiários e a segunda aplicação de 2010). Se somar as redações do antigo Enem, de 1999 a 2009, são mais 10 redações para treinar!

Que temas podem cair no Enem?

De acordo com o professor Alexandre, "perguntar quais temas de redação podem cair no Enem é quase como pedir para adivinhar os números que serão sorteados na loteria". No entanto, quem treina bastante com as provas antigas consegue delimitar de forma clara o tipo de redação que a banca examinadora costuma pedir.

O Enem é uma prova que possui um caráter social e democrático bastante forte, o que pode ser percebido tanto nas questões quanto na proposta de redação. Todos os anos, a tendência é que a banca peça um tema que tenha sido destaque na mídia e no mundo ou que represente uma situação com a qual o país precisa lidar. Exemplo disso é o tema de 2012, "O movimento imigratório para o Brasil no século XXI", que tratou da imigração de bolivianos e haitianos para o país, fato que havia sido abordado com bastante frequência nos noticiários do país naquele ano.

Por isso, na hora de estudar a redação, procure elencar os acontecimentos mais importantes do ano (ou dos últimos anos), especialmente os que tenham relação com os direitos humanos e movimentos sociais, e que representem inovações no modo com que a sociedade se relaciona.

Confira a tabela com oito possíveis temas indicados pelas professoras Andrea Provasi Lanzara e Eva Nobre, do Cursinho Henfil, e uma sugestão indicada pela redação do GUIA:

Temas de redação que podem cair no Enem 2014
Direitos civis: o protagonismo do Brasil com o Marco Civil da Internet
Racismo: como enfrentar a falsa democracia racial no Brasil?
Esporte: integração social e inclusão
50 anos do Golpe Militar: memória e superação
A mulher como ator social: avanços e retrocessos
Assédio sexual: os vagões femininos – forma legítima de direito ou forma de segregação?
Trabalho escravo: denúncias ligadas à indústria da moda
Discriminação social: o direito ao rolezinho
Indicação do GUIAEleições: a consolidação da democracia no Brasil
Continua após a publicidade
Publicidade