Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Unicamp amplia programa de bônus para o vestibular 2016

Estudantes de escola pública receberão 60 pontos a mais na nota da primeira fase

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h44 - Publicado em 1 jun 2015, 15h57

O Conselho Universitário (Consu) da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) aprovou a ampliação do Programa de Ação Afirmativa e Inclusão Social (PAAIS). A partir do próximo vestibular serão adicionados 60 pontos às notas da primeira fase dos candidatos oriundos de escola pública e outros 20 pontos para candidatos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas (de acordo com nomenclatura utilizada pelo IBGE) e que também tenham cursado o ensino médio integralmente em escolas da rede pública.

– Saiba mais: Unicamp tem menor número de calouros de escola pública dos últimos cinco anos

Além da bonificação na primeira fase, os candidatos de escola pública que passarem para a segunda fase contarão com adição de mais 90 pontos na prova de redação e outros 90 nas provas dissertativas. Candidatos de escola pública que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas terão mais 30 pontos na segunda fase, além dos 90, totalizando 120 pontos.

A bonificação para a primeira fase (60 ou 60 + 20 pontos) será aplicada para o fim de classificação visando à realização da segunda fase. A nova pontuação, representa 16,2% (escola pública) e 21,6% (escola pública + autodeclaração de cor/etnia) da nota final média no vestibular.

Com a nova pontuação, a expectativa da Universidade é aumentar o número de matriculados oriundos de escolas da rede pública de ensino e também de candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas já no próximo vestibular, cujas inscrições começarão em agosto deste ano. “Estamos bastante otimistas em relação à aprovação da mudança, pois os estudos e simulações feitos pela Comvest demonstram que devemos atingir a meta de inclusão estabelecida para a Unicamp”, afirmou o pró-reitor de graduação, Luís Alberto Magna.

Continua após a publicidade

Antes das mudanças aprovadas pelo Consu, o PAAIS estabelecia bonificação de 60 pontos apenas após a segunda fase, no caso de candidatos oriundos de escola pública, e de 80 pontos (60 + 20 pontos) no caso de candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas e oriundos de escola pública. O objetivo é que as mudanças ajudem, até 2017, a obtenção da meta de 50% das matrículas na Unicamp de candidatos oriundos de escolas públicas e destes, 35% sejam estudantes autodeclarados pretos, pardos ou indígenas.

Sobre o vestibular 2016

Os interessados em participar do vestibular 2016 deve fazer a inscrição entre os dias 3 de agosto e 3 de setembro. As provas da primeira e segunda etapas serão aplicadas em 22 de novembro e nos dias 17 e 19 de janeiro. Já os testes de música acontecem em setembro e as demais provas de habilidades específicas, somente em janeiro de 2016. A primeira chamada é esperada para 12 de fevereiro.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular e Enem

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade