Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

7 filmes para quem ama matemática

Ou para quem quer aprender a gostar, já que as obras abordam a ciência de uma maneira inteligente, divertida e atrelada à vida dos personagens

Por Julia Di Spagna Atualizado em 8 out 2020, 18h26 - Publicado em 18 set 2020, 08h38

Matemática costuma ser o pesadelo de muitas pessoas durante a vida escolar. Os cálculos e a lógica por trás dos números podem assustar, mas também podem ser vistos como algo intrigante, estimulante e muito divertido. Se você é apaixonado por essa área ou não gosta muito, mas quer dar uma chance temos a lista ideal. 

Separamos sete filmes que mostram a matemática de uma maneira diferente do que você costuma encontrar na escola. Confira e divirta-se:

O Jogo da Imitação (2014)

Baseado na história real de Alan Turing, matemático considerado o pai da computação, o filme é sobre sua atuação na Segunda Guerra Mundial. Com um grupo de pesquisadores, ele busca decodificar as mensagens enviadas pelos alemães para o exército, ajudando os ingleses a prever as próximas ações no conflito.

Além desse desafio, Turing tem dificuldade de se relacionar com as pessoas ao seu redor, mas para desvendar as codificações deve aprender a trabalhar em equipe.  

Disponível na Amazon Prime Video, no Google Play e no YouTube.

O Contador (2016)

O personagem Christian Wolff é diagnosticado com autismo na infância e sua maior dificuldade é socializar. Ele também possui uma grande habilidade com números e, ao crescer, torna-se um respeitado contador. Um dia Wolff descobre que uma empresa está envolvida em uma fraude de milhões de dólares a partir dos livros contábeis, colocando a sua vida e a de sua colega de trabalho em risco. 

Disponível na Netflix, no Google Play e no YouTube.

  • X+Y (2014)

    Nathan é um jovem com muita dificuldade de interagir com outras pessoas, mas é considerado um prodígio da Matemática. Um de seus professores decide ajudá-lo e leva o garoto à Olimpíada Internacional de Matemática, em Taiwan. Lá, mais do que apenas desafios com os números, ele passa a encarar experiências pessoais completamente novas e mais complexas que seus cálculos.

    Disponível no YouTube.

    Continua após a publicidade

    O Homem que Viu o Infinito (2015)

    Baseada em uma história real, a obra é sobre a amizade entre o matemático indiano Srinivasa Ramanujan, um dos mais influentes do século 20, e seu mentor, o excêntrico professor Godfrey Harold Hardy.

    Em 1913, o jovem autodidata Ramanujan viaja para o Trinity College, na Universidade de Cambridge, a convite de Hardy que se impressiona com suas habilidades. As contribuições do jovem para a Matemática são reconhecidas e usadas até hoje.

    Disponível no Google Play e no YouTube

    Quebrando a Banca (2008) 

    Brilhante aluno do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), Ben Campbell enfrenta dificuldades para pagar a faculdade até que um de seus professores, Micky Rosa, oferece uma oportunidade para ganhar muito dinheiro. Junto com outros estudantes, eles partem semanalmente para Las Vegas e, por meio da contagem de cartas e um sistema de códigos, conseguem altas quantias nos cassinos. Mas a ambição do jovem causa conflitos com a equipe.

    Disponível no Google Play e no YouTube.

  • O Homem que Mudou o Jogo (2011)

    Conta a história de um time de beisebol que está perdendo importantes atletas por questões financeiras. O gerente do time, Billy Beane (Brad Pitt), com a ajuda de Peter Brand (Jonah Hill), recém-formado em Economia, aposta em uma análise estatística dos jogadores para mudar o jogo. O método matemático muda completamente a estratégia usada até então, dando uma reviravolta na situação da equipe. 

    Disponível na Netflix, no Google Play e no YouTube

    Uma Mente Brilhante (2001) 

    O filme é sobre o matemático norte-americano John Nash, considerado um gênio na área. Ele tinha uma grande habilidade de decifrar códigos e padrões, o que lhe proporciona uma missão do governo envolvendo criptografia. Com o tempo. ele começa a apresentar sinais de esquizofrenia, confundindo imaginação e realidade. Anos depois, Nash se recupera e conquista o Nobel de Economia em 1994.

    Disponível no Google Play e no YouTube.

    Continua após a publicidade
    Publicidade