Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Cotidiano do Oriente Médio na tela

Dois filmes para você se informar sobre a região mais complexa do mundo

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h52 - Publicado em 30 out 2009, 14h40

Mais do que saber sobre os conflitos que fazem parte do cotidiano da região há vários anos, para entender a relação entre os povos que habitam o Oriente Médio é necessário compreender o seu cotidiano. E é justamente esse o viés de dois filmes escolhidos pelo GUIA para tratar do assunto. A animação Persépolis traz a história de uma garota que vivenciou a Revolução Islâmica no Irã e Lemon Tree trata da difícil relação entre israelenses e palestinos.

Filme: Persépolis
Vincent Paronnaud e Marjane Satrapi (França, 2007)

Com apenas 10 anos, a iraniana Marjane Satrapi acompanha de perto a Revolução Islâmica, que, em 1979, derruba o governo do xá Reza Pahlevi (1919-1980). Com o tempo, a menina, que crescia com uma formação progressista, viu-se diante de uma mudança radical. Com a chegada ao poder do aiatolá Khomeini, o Irã transformou-se em um Estado religioso e os preceitos islâmicos passaram a ser exigidos por lei a todos os cidadãos.

Acreditando que estariam protegendo sua filha, e que dariam uma educação melhor a ela, os pais de Marjane a mandam para a Áustria. Lá, a garota é obrigada a amadurecer sozinha, ao enfrentar a solidão, o preconceito e o forte choque cultural. O filme é uma adaptação da história em quadrinhos homônima, uma série de quatro livros de autoria da própria Marjane Satrapi.

SAIBA MAIS

A revolução dos Aiatolás (AVENTURAS NA HISTÓRIA)
O que é fundamentalismo? (SUPERINTERESSANTE)

Filme: Lemon Tree
Eran Riklis (Israel/Alemanha/França, 2008)

Uma plantação de limões é o pano de fundo para abordar a questão da difícil convivência entre palestinos e judeus. Ambientado na fronteira da Cisjordânia com Israel, Lemon Tree conta a história da viúva palestina Salma, que vê sua vida ameaçada com a chegada do novo vizinho, o ministro de Defesa de Israel.

Por supostamente ameaçar a segurança do ministro, uma vez que terroristas podem esconder-se entre os limoeiros, a força de segurança israelense exige a derrubada de todos os limoeiros de Salma. A viúva não aceita o fato, pois, além de herança de seu pai, a plantação é sua fonte de sustento, e decide contratar um advogado para garantir seus direitos. O caso é levado à Justiça e chega até a Suprema Corte.

Continua após a publicidade
Publicidade