Clique e assine GE Play por R$16,90

Cursinhos abrem turmas em abril e maio. Mas vale a pena começar a estudar a agora?

Pré-vestibular não é aconselhável para quem ainda está ?enrolado? na escola, indicam professores. Se não é seu caso, vá em frente e prepare-se

Por Redação - Atualizado em 16 Maio 2017, 13h30 - Publicado em 6 abr 2010, 08h27

por Bruno Aragaki

– Endereço e telefones de cursinhos em todos estados

Crédito: Getty Images

Para quem planeja ser universitário em 2011, fica a dica: os meses de abril e maio abrem nova temporada de matrícula nos cursinhos pré-vestibular. A sete meses do início das provas – o Enem será em novembro -, ainda dá tempo de se preparar. Mas cuidado. Os próprios cursinhos alertam que só vale a pena entrar nessa se o seu boletim do colégio estiver, literalmente, “tudo azul”.

“A gente até faz uma triagem antes da matrícula. Exigimos comprovante de notas do colégio e, se a coisa estiver feia, a gente nem aceita o aluno”, diz Luciane Bastos, coordenadora do curso Interseção, em Salvador.

Luciane explica a exigência: “O aluno que está enrolado com a escola agora dificilmente vai passar no vestibular. Não é interessante nem para nós, nem para ele, fazer cursinho agora”, diz.

Continua após a publicidade

Em São Paulo, os coordenadores do curso têm opinião semelhante. “O ideal é garantir boas notas nos primeiros bimestres para não se preocupar tanto com a escola no restante do ano”, diz Edmilson Motta, do curso Etapa. “Em novembro, quando começa a maratona de provas, o aluno tem de estar focado no vestibular e com as notas já garantidas no colégio”, diz.

Cursinho em maio é uma boa?
Sim, se você: – Já fez cursinho e quis descansar um pouco depois das provas de janeiro
– Tem boa "base" e quer ajuda para os conteúdos mais difíceis
Não, se você: – Está "pendurado" com as notas na escola
– Estuda em colégio "puxado", que exige atividades extra-classe
Resultados: Os cursos Anglo, Etapa, Interseção e Objetivo afirmam que os índices de aprovação são iguais aos das turma de fevereiro

SEGUNDA CHANCE
Para quem já terminou o Ensino Médio, já tem as notas garantidas na escola ou até já fez cursinho, as turmas de abril ou maio costumam ser boas opções. “Muitos dos que procuram essas turmas são gente que já fez cursinho no ano anterior, não passou e resolveu dar uma descansadinha antes de voltar a pegar no batente”, explica o coordenador do Anglo Alberto Francisco do Nascimento.

Depois de um ano de cursinho, Jessica Nunes Tavares resolveu retomar as apostilas só nas turmas de maio. “Ainda tinha a esperança de ser chamada em alguma lista de espera, mas não rolou. Volto às aulas no mês que vem, já com aquele pesinho na consciência”, diz a candidata à Psicologia.

Os professores garantem que o sentimento de “tempo perdido” de Jessica não é necessário. “As turmas de maio têm índices de aprovação praticamente iguais aos das de março”, diz o coordenador do Etapa.

COMO FUNCIONA
Nos cursinhos consultados pelo GUIA, as turmas de maio dos cursinhos costumam condensar o conteúdo básico antes de julho. “Os primeiros meses são mais corridos, mas quem já fez cursinho ou vai bem na escola não tem dificuldade, já que é um conteúdo introdutório, de revisão”, explica o professor do Etapa.

“No Anglo, o curso de maio tem apostila especial no início, para preparar os alunos a se juntar à turma de março a partir do segundo semestre”, diz Alberto Francisco. O modelo é parecido nas outras redes de cursinho. “Desta vez pretendo fazer Universitário. E os primeiros meses, que eu perdi, são mais básicos. Acho que me esforçando novamente, desta vez eu passo!”, diz Jessica.

LEIA MAIS
– Notícias de vestibular
– Notícias de Enem

Continua após a publicidade
Publicidade