Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Enem: 9 cuidados que você precisa ter com alimentação no fim de semana

O que comer antes, durante e depois da prova para manter a energia e a disposição

Por Juliana Morales 15 jan 2021, 21h25

Manter o bem-estar, cuidando da saúde mental e física, em ano de vestibular é um desafio – ainda que indispensável. Uma boa alimentação, por exemplo, melhora o funcionamento do organismo e é um fator determinante para dar a disposição necessária ao longo da preparação e, especialmente, nessa fase de maratona de provas.

Fernanda Maluhy, nutricionista do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, separou 9 dicas e cuidados para os estudantes em relação à alimentação nos fins de semana de Enem. Confira!

1) Priorize “alimentos de verdade”

Evite produtos artificiais, que vêm em embalagens e carregam muitos conservantes e poucos nutrientes. Antes, durante e depois do vestibular, faça uma alimentação mais balanceada, pensando em vitaminas, minerais e nutrientes, voltada para os alimentos de verdade: arroz, feijão, proteínas, ovos, carne, frango, peixe, frutas, verduras.

2) Cuidado com o “comer emocional”

“É preciso ter essa consciência alimentar porque, muitas vezes, o estudante acaba descontando parte do emocional no alimento, principalmente em alimentos de baixo valor nutricional, e o açúcar é o maior dos exemplos”, afirma a nutricionista. Ela explica que essa caloria vazia do excesso do doce atrapalha muito a concentração e pode contribuir para a sensação de fadiga.

3) Atenção com a falta de apetite também

A ansiedade para a prova pode gerar um descontrole na ingestão de doces, como falamos acima, mas também pode apresentar um sintoma reverso: a falta de apetite. Fernanda explica que, na correria e no nervosismo, o estudante pode não conseguir se alimentar de 3 em 3 horas e tudo bem. Nesses casos, a nutricionista diz que o importante é incluir na rotina três refeições com qualidade.

4) Hidratação prévia

Nos dias que antecedem a prova, é muito importante se hidratar bem. No dia da prova também, mas não deixe para tomar muito líquido pouco tempo antes da prova, para evitar precisar ir ao banheiro constantemente.

5) Dicas para a noite anterior à prova

Na noite anterior à prova, é muito importante ter uma boa noite de sono, chá de camomila e suco de maracujá (batido com a semente é ainda melhor) ajudam no relaxamento. Antes de dormir, evite bebidas estimulantes, como café e energéticos, que podem atrapalhar o sono.

Continua após a publicidade

6) Café da manhã ou almoço uma hora antes da prova

Os portões dos locais de prova do Enem, neste ano, serão abertos às 11h30 e fecham às 13h. Precisar comer muito cedo pode ser um problema para alguns estudantes. “Para quem está acostumado almoçar cedo, é indicado que faça a refeição, pelo menos, 1h antes da prova, para não ter essa digestão muito pesada durante o exame. E para quem não está acostumado almoçar cedo, pode fazer um café da manhã mais reforçado por volta das 10h”. Frutas, iogurte, queijos, tapioca, ovos são boas opções para um café robusto.

7) Evite alimentos gordurosos

O nervosismo da prova pode gerar problemas gastrointestinais e, segundo a nutricionista, alimentos mais gordurosos, fritura e açúcar podem agravar o quadro. Ela também recomenda que, nos dias de prova, o estudante evite comer alimentos que não está acostumado a consumir.

8) O que levar para comer

Como lanche durante o vestibular, leve frutas fáceis de comer (como maçã e banana), mix de castanhas, barrinhas de cereal de qualidade e suco de frutas. Fernanda alerta os estudantes que pensam em levar alimentos ricos em açúcar para a prova. “Após ingerirmos alimentos com altos índices de açúcar, geramos o chamado ‘efeito rebote’ da insulina no nosso corpo, ou seja, o nosso organismo, depois de um tempo, sente falta desse açúcar, e isso pode deixar a pessoa com muito sono e atrapalhar consideravelmente o rendimento”.

Em relação ao chocolate, alimento amado pela maioria, a nutricionista recomenda que os candidatos deem preferência às opções mais amargas, com baixos índices de açúcar e maior concentração de cafeína.

9) Não esqueça de cuidar da alimentação depois da prova

Muito se fala da alimentação antes e durante a prova, mas se alimentar bem para repor as energias gastas na prova é muito importante. Fernanda ressalta que é necessário manter uma alimentação balanceada para não ter um descontrole emocional, descontando em alimentos ricos em açúcar, assim como acontece antes da prova também.

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do curso Poliedro.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade